Juiz concede libertadade condicial ao goleiro Bruno

30/05/2012

Rio de Janeiro, RJ, 29 (AFI) – O goleiro Bruno está livre. Pelo menos parcialmente. Nesta terça-feira, O juiz Wagner Cavalieri, da Vara de Execuções Penais de Contagem (MG) autorizou a progressão da pena do ex-camisa 1 do Mengão para regime semiaberto e concedeu liberdade condicional.

O jogador, no entanto, seguirá preso na penintênciária de segurança máxima Nelso Hungria, em Contagem, na grande Belo Horizonte, por conta de um mandado de prisão preventivo contra ele expedido pelo Tribunal do Júri da capital mineira.

Preso desde 2010, Bruno foi condenado há quatros anos e meio de prisão e já cumpriu um ano e dez meses, pouco mais de um terço da pena, o que garante o direito legal para pedir progressão da condicional. Além de apresentar bom comportamento e ser réu primário na época da condenação.

Bruno acabou sendo julgado pelos crimes de cárcere privado, lesão corporal e constrangimento ilegal contra Elisia Samudio, sua ex-amante, que segue desaparecida. O jogador ainda é acusado por homicídio triplamente qualificado, crime cometido com requintes de crueldade.

Fonte: www.radioclubedopara.com.br

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.