“O Remo perdeu a dignidade”, afirmou Gualberto

11/06/2012

A derrota para o Paysandu por 3 a 0 no clássico do último domingo (10), no Mangueirão, continua rendendo negativamente no ambiente azulino. A apatia do time do Remo em campo irritou uma boa parte da diretoria. “O Remo perdeu a dignidade”, disparou o vice-presidente de futebol do clube, Hamilton Gualberto.

A diretoria do Clube do Remo se reúne na noite desta segunda-feira (11), na Toca do Leão, para traçar planos em direção da disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. Segundo informações, uma das pautas da noite será a permanência ou não do técnico Flávio Lopes. A diretoria já teria entrado em contado com dois treinadores. Aderbal Lana e Édson Gaúcho. Mas segundo Hamilton Gualberto, a prioridade continua sendo o atual técnico. “A opção número 1 é Flávio Lopes, mas temos outras opções”, afirmou.

Segundo Hamilton Gualberto, a diretoria do Remo está dividida nesse momento. “Dois episódios chatearam membros da cúpula azulina. Um deles foi o caso do meio-campo Magnum. O jogador afirmou que tinha que dar satisfação do sumiço somente para o presidente Sérgio Cabeça e não para diretores. Outro fato foi à declaração do técnico Flávio Lopes quando retornou à Belém depois da perda do Parazão. Lopes disse que o Remo é bom dentro de campo, fora dele é uma bagunça. “A diretoria do clube não se entende”, declarou.

SALÁRIOS

A diretoria do Clube do Remo pagou o complemento dos salários do mês de abril. A cota de apenas R$ 17 mil no clássico contra o Paysandu decepcionou a direção do clube que contava com uma renda bem maior para pagar os salários do mês de maio. Agora o pagamento está previsto para a próxima semana.

DECEPÇÃO

Com a decepção do público e renda do Re x Pa do último domingo, as diretorias de Remo e Paysandu já decidiram, nada de amistoso este ano entre as equipes. Agora o maior clássico do norte será disputado apenas em 2013. O público total do Mangueirão foi de 16.171 torcedores, sendo 12.171 pagantes e 4.000 credenciados. A renda total foi de R$ 107.565,00.

(Fábio Relvas/DOL)

 

Fonte: www.radioclubedopara.com.br

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.