CBF divulga nova tabela da Série C, agora sem o Rio Branco-AC

06/07/2012

Icasa, que iria receber o time acriano, agora vai ter que

enfrentar o Treze

Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro

 A CBF divulgou no fim da tarde desta sexta-feira uma tabela revisada da Série C do Campeonato Brasileiro de 2012, sem a presença do Rio Branco-AC, acatando a ação da juíza da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, que dobrou a multa contra a entidade caso o clube acriano não fosse excluído imediatamente da competição nacional. Com isso, a única mudança da relação dos jogos deste fim de semana é a troca de adversário do Icasa, que ao invés de enfrentar o Rio Branco-AC no domingo, encara o Treze no mesmo horáiro e local, às 16h (de Brasília), no Romeirão, em Juazeiro do Norte.

Sábado, 07/07

16h Guarany de Sobral x Paysandu
16h Águia Marabá x Cuiabá
16h Macaé x Tupi-MG

Domingo, 08/07

15h Chapecoense x Vila Nova
16h Brasiliense x Santo André
16h Duque de Caxias x Madureira
16h Icasa x Treze
16h Luverdense x Fortaleza
16h Salgueiro x Santa Cruz

Entenda o caso

No ano passado, o Rio Branco, após ter o seu estádio interditado pelo Ministério Público, acionou a Justiça Comum e acabou desclassificada da competição. Um acordo posterior com a CBF, no entanto, permitiu o retorno do clube.

Como ficou na quinta colocação da Série D, o Galo da Borborema se sentiu prejudicado e, por isso, ingressou com uma ação pedindo a vaga junto ao STJD, onde foi derrotado por unanimidade. Sem saída, o alvinegro paraibano ‘apelou’ para a Justiça Comum e conseguiu uma liminar, expedida pela juíza da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, para disputar o campeonato. A liminar em seguida foi mantida pelo desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, do TJ da Paraíba.

Para completar, uma série de recursos de Rio Branco e CBF com o objetivo de derrubar a liminar foram indeferidos tanto pelo TJ da Paraíba como pelo STJ. Como a CBF insistia em não incluir o Treze e chegou a marcar o início da competição sem o clube, uma nova liminar foi expedida pela Justiça da Paraíba, desta vez assinada pelo juiz substituto Falkandre Queiroz.

Nela, o juiz aumentava a multa contra a CBF, multava também donos de estádios que permitissem a realização de jogos da Série C antes de colocar o Galo na tabela e ainda autorizava a intervenção policial para evitar que os jogos acontecessem. Foi neste segundo momento que o Treze entrou na competição (mas como mais um, e não no lugar do Rio Branco).

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.