Marin troca comando da Comissão de Arbitragem

22/08/2012

Campinas, SP, 22 (AFI): José Maria Marin cumpriu a promessa feita na terça-feira e anunciou mudanças na arbitragem do futebol brasileiro nesta quarta. Após seguidas reclamações dos clubes, o mandatário da CBF trocou o comando da Comissão de Arbitragem ao nomear Aristeu Leonardo Tavares como novo presidente, em substituição a Sérgio Corrêa da Silva.
Corrêa assumirá cargo inferior, ao ser designado como novo chefe do Departamento de Arbitragem, que ficará subordinado à Comissão. Criado por Marin na mesma portaria divulgada nesta quarta, o Departamento terá por função “assessorar, implementar as decisões, bem como realizar todas as tarefas administrativas relacionadas à arbitragem que forem adotadas pela Comissão de Árbitros”, explicou o presidente da CBF, no documento.

Coronel da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Aristeu Leonardo Tavares foi árbitro-assistente Fifa. O novo presidente da Comissão de Arbitragem tem no currículo diversos jogos nacionais e internacionais, incluindo a participação na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. Também foi instrutor de árbitros e inspetor da Fifa na Conmebol.

Aos 49 anos, Tavares atuava como Ouvidor de Arbitragem da CBF desde abril, quando Marin criou esta nova função após assumir a presidência. Ele também havia estabelecido o cargo de Corregedor, assumido pelo ex-árbitro Edson Resende de Oliveira, em sua primeira mudança na Comissão de Arbitragem.

Na ocasião, o mandatário da CBF manteve Sérgio Corrêa no cargo de presidente, o que foi alterado nesta quarta. Corrêa, que ocupava o cargo desde 2007, vinha recebendo diversas críticas dos clubes, insatisfeitos com a má arbitragem deste Brasileirão.

A gota d’água foi a atuação do auxiliar Emerson Augusto de Carvalho, que deixou de marcar três impedimentos no lance que originou o segundo gol do Santos contra o Corinthians, no clássico de domingo, na Vila Belmiro. Carvalho, que pertence ao quadro de árbitros da Fifa, foi afastado e terá de passar por uma reciclagem antes de voltar a trabalhar no Campeonato Brasileiro.

“Procurar melhorar o nível da arbitragem é um compromisso de honra assumido no primeiro dia da minha administração. Essas mudanças têm o objetivo de continuar nessa busca, que tenho certeza vamos conseguir”, afirmou Marin, ao anunciar o novo presidente da Comissão.

“Não tenha dúvida, presidente, que o trabalho que está sendo desenvolvido na arbitragem vai render bons frutos. Vamos começar com dois objetivos, que são minimizar o erro e apresentar novos árbitros”, prometeu Aristeu Leonardo Tavares. A Comissão presidida por Tavares contará ainda co o vice-presidente Antônio Pereira da Silva e o secretário Dionísio Roberto Domingos.

www.radioclubedopara.com.br

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.