Súmulas de árbitros podem condenar Remo e Paysandu

11/09/2012

 

O comportamento das torcidas de Remo e Paysandu em seus últimos jogos em Belém, pode resultar em multas e punições para os clubes. Isso porque tanto a Fiel Bicolor como o Fenômeno Azul, arremessaram objetos para dentro do gramado ao final das partidas.

No jogo entre Paysandu x Guarany de Sobral-CE, no último sábado (8), no Estádio Mangueirão, o árbitro Mayron dos Reis Novaes do Maranhão, relatou na súmula o mau comportamento dos torcedores do Papão por duas vezes. “Informo-lhes que aos 22’ (vinte e dois) minutos do 2º tempo, quando foi efetivada a substituição do jogador Nº 09, Sr. Rafael Oliveira da equipe do Paysandu, torcedores desta equipe jogaram em direção do substituto os seguintes objetos: chupas de laranjas (bagaço) e garrafas de refrigerantes do tipo pet (várias). Cito ainda, que nem um desses objetos atingiram o atleta citado”.

O árbitro maranhense continuou. “Após o término da partida quando os jogadores da equipe do Paysandu S.C se dirigiam em direção ao seu vestiário, torcedores desta equipe, que se encontravam na arquibancada superior, jogaram em direção aos atletas vários objetos. Cito-os: garrafas de refrigerantes tipo pet (vazias), chupas de laranjas (bagaço), copos descartáveis (vazios) e rolos de papel higiênico. Informo que nem um dos atletas foram atingidos devido a intervenção da policia militar, que os protegeram com seus escudos, fazendo uma espécie de túnel para os mesmos se dirigirem para o vestiário”, finalizou.

Com o relato do árbitro, o Paysandu deverá ser julgado e punido com multa e com a perda de mando de campo. Sendo assim, o Papão pode ficar até sem atuar em Belém nesta Série C.

Na partida entre Remo x Mixto-MT, no último domingo (9), no Estádio Mangueirão, não foi diferente. O árbitro Rodrigo Batista Raposo do Distrito Federal citou na súmula os acontecimentos no final do jogo. “Informo que, após o término da partida, na saída do quarteto de arbitragem do gramado em direção ao vestiário, formam atirados em nossa direção, várias latas de refrigerante e águas mineral pela torcida do Clube do Remo. Digo também que nenhum desses objetos acertou-nos, pois estávamos protegidos pelo policiamento presente”, relatou.

Pelo que o árbitro escreveu na súmula do jogo, o Remo também deverá ser julgado e punido com multa e com a perda de mando de campo. Como está fora do Campeonato Brasileiro da Série D, o Leão deve sofrer as conseqüências na Copa do Brasil de 2013.

(Fábio Relvas/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.