Após falha, Vila Belmiro é interditada por presidente do STJD

19/10/2012

 

Santos, SP, 19 (AFI) – Foi necessário que um jogador tivesse seu atendimento prejudicado porque um degrau impedia que a ambulância chegasse ao gramado da Vila Belmiro para que a justiça desportiva agisse. Nesta sexta-feira, o presidente do STJD, Flávio Zveiter, concedeu a liminar pedida pela procuradoria, interditando a Vila Belmiro por tempo indeterminado.

A liminar vale até que uma vistoria seja realizada na Vila Belmiro e os laudos apontem que já é possível o acesso de uma ambulância ao gramado. O Santos já deu inícios às obras e promete que elas serão concluídas até quinta-feira, quando a equipe recebe o Náutico, às 22h. Com a decisão do STJD, porém, o jogo será remarcado para outro estádio, possivelmente para o Pacaembu.

O problema estrutural da Vila Belmiro só foi notado na quarta-feira. No primeiro tempo do empate por 2 a 2 entre Santos e Atlético-MG, o zagueiro Rafael Marques sofreu um violento choque de cabeça com seu companheiro Leonardo Silva e chegou a ficar desacordado por um breve período. O atendimento ao jogador do Atlético-MG demorou 11 minutos, até que ele fosse retirado de ambulância para um hospital. Um desnível na entrada do gramado impedia o acesso do veículo.

De acordo com o Santos, uma reunião de urgência foi realizada já na madrugada de quinta-feira. Em nota oficial, o clube disse que uma vistoria técnica foi realizada no estádio pelo vice-presidente Odílio Rodrigues, que reconheceu a necessidade de que sejam feitas obras na Vila Belmiro.

Pelo novo projeto, a ambulância não mais entrará pelo portão 21, onde há um degrau de cerca de 40 centímetros, mas sim pelo portão 20. Uma parede está sendo demolida e um pedaço de um camarote térreo será inutilizado. Assim, a ambulância ficará estacionada neste espaço durante o decorrer do jogo. Um portão também será instalado no local.

www.radioclubedopara.com.br

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.