Felipão é confirmado pela CBF como técnico da Seleção Brasileira

29/11/2012

 

São Paulo, SP, 29 (AFI) – Luiz Felipe Scolari foi confirmado na manhã desta quinta-feira como o novo técnico da seleção brasileira. Com a experiência de ter sido pentacampeão mundial há 10 anos, ele foi contratado pela CBF para substituir o demitido Mano Menezes e terá a missão de comandar o Brasil em busca do hexa na Copa do Mundo de 2014.

Além da contratação do treinador, o presidente da CBF, José Maria Marin, confirmou nesta quinta-feira a nova estrutura da seleção brasileira. O tetracampeão mundial Carlos Alberto Parreira foi chamado para assumir o recém-criado cargo de coordenador com a missão de trabalhar em parceria e auxiliar Felipão.

Mesmo com os bons resultados conseguidos nos últimos compromissos, Marin entendeu que a seleção precisava de um treinador mais experiente e, como ele próprio disse, com um “perfil vencedor” para jogar em casa a Copa das Confederações de 2013 e o Mundial de 2014. Assim, demitiu Mano Menezes na última sexta.

Inicialmente, a CBF revelou que o novo treinador da seleção seria anunciado apenas em janeiro, sem uma data específica. Mas Marin resolveu antecipar a divulgação, já que o anfitrião Brasil ficaria sem representante no sorteio dos grupos da Copa das Confederações, que acontece neste sábado, em São Paulo.

A escolha de Felipão leva em conta seu passado vitorioso com a seleção e a grande aceitação que ainda tem com o torcedor brasileiro. Além disso, o treinador ostenta um enorme carisma para provocar uma mobilização em torno do time do Brasil durante a disputa de uma Copa do Mundo em casa, quando a pressão será gigantesca.

Assim, Felipão assume a seleção em uma situação relativamente parecida com a que encontrou da primeira vez. Naquela oportunidade, entrou no cargo em 12 de junho de 2001 para substituir o demitido Emerson Leão. Ficou apenas 24 jogos no comando, com 18 vitórias, um empate e cinco derrotas, para depois sair após ser pentacampeão.

Desde que deixou o comando do Brasil, após a Copa do Mundo da Coreia do Sul e do Japão, Felipão trabalhou na seleção portuguesa, no Chelsea (Inglaterra) e no Bunyodkor (Usbequistão). Seu último emprego foi no Palmeiras, onde acabou sendo demitido em setembro por causa da campanha ruim que levaria o clube ao rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro.

Antes do convite da CBF, Felipão já tinha dito que pretendia trabalhar na Copa de 2014, comandando alguma seleção estrangeira, para, então, encerrar a carreira. Agora, aos 64 anos, ele terá a oportunidade de ser o técnico do Brasil na busca do hexacampeonato e pode se tornar um bicampeão mundial.

Fonte: www.radioclubedopara.com.br

 

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.