Salários atrasados: um grande drama do Papão

03/12/2012

 

Uma semana antes das eleições, os jogadores do elenco bicolor já pressionavam o presidente Luiz Omar Pinheiro para receber os vencimentos que faltavam após o acesso. Na última segunda-feira, a primeira espera não vingou; nos dias seguintes, a mesma coisa, até LOP prometer que todos atrasados seriam pagos na sexta passada, data das eleições. No entanto, um grupo de jogadores foi até a sede, mas desistiram logo após perceberam que dificilmente obteriam resposta.

No total, 21 jogadores já estão sem contrato, mas ainda aguardam a renovação ou mesmo dispensa. No entanto, o que os prende no momento é a questão salarial, somada a premiação e a transição de presidentes. Tudo isso reforça a tese de que, no apagar das luzes, a situação vai sendo empurrada com a barriga e a única solução dos jogadores é aguardar um desfecho tranquilo.

“Ele (o presidente Luiz Omar) falou que resolveria amanhã (hoje), então estamos esperando a resposta quando o presidente chegar de viagem. Queremos resolver logo a situação, até porque conquistamos o nosso objetivo dentro do gramado, já estamos de férias, mas agora torcemos para sair o pagamento e assim vou poder viajar para curtir minhas férias”, comenta Alex Gaibu.

O jogador não revelou quantos meses de salários estão faltando, mas sabe-se que além dos vencimentos, a premiação também não foi totalmente paga, aumentando ainda mais o compromisso com os jogadores, que conquistaram o acesso e aguardam o reconhecimento da diretoria. A diretoria programou pagar os jogadores até amanhã.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.