Nova camisa azulina é considerada um sucesso

17/12/2012

 

As novas camisas do Remo caíram no gosto do torcedor. Apenas na manhã da última sexta-feira, todas as camisas modelo azul-marinho foram vendidas, restando poucas da versão branca. E após tomar conhecimento que o Remo tem direto a apenas 10% em cima da renda líquida na venda do novo material esportivo, Zeca Pirão, o vice-presidente eleito do clube, revelou ter se indignado.

“Tive conhecimento desse contrato e fiquei abismado com esses 10%. É quase nada. Vou conversar com o Sérgio (Cabeça, presidente) a respeito disso. O Remo devia ganhar pelo menos 70%”, afirma o vice-presidente. Mais de 400 camisas fora vendidas em menos de 24 horas nas duas lojas oficiais do clube.

“Imagina quanto estamos perdendo com esse contrato? Se fosse para ganhar isso, poderíamos ter feito com uma empresa local”, questionou Pirão. A empresa inglesa Umbro é a responsável pela confecção e fornecimento do material esportivo do Leão. A assinatura do contrato aconteceu em novembro do ano passado e tem duração de três anos. Com o contrato, o clube está ganhando R$ 14 por camisa vendida.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.