Leão Azul atrás de um craque

19/12/2012

 

Em reunião na tarde de ontem no Estádio Baenão, a diretoria azulina tomou algumas providências. Ainda precisando fechar o elenco, o principal assunto, claro, foram às contratações, tanto as que estão fechadas, como as que estão em fase de negociação. No caso dos acertos já concretizados, os diretores apenas discutiram à respeito da melhor data para a compra das passagens direcionadas a nossa capital (caso dos meias-campistas Tragodara e Eduardo, ambos do Atlético Acreano, veja mais sobre eles ao lado).

Contudo, o que ainda segue dando trabalho para a cartolagem azulina é a compra do tal camisa 10, aquele jogador que causará mais impacto no elenco. “Estamos nessa luta para trazer esse camisa 10. Está difícil, porque os que já procuramos sempre já estão com contratos em ouras equipes, então, só queremos anunciar quando estiver tudo certo. É um jogador mais caro, mas nós temos que trazer esse jogador”, contou Maurício Bororó, um do novos diretores de futebol apontados pelo presidente do clube, Sérgio Cabeça.

Muitos nomes já foram especulados. Alguns sem o perfil do armador, como o do atacante Loco Abreu, que foi prontamente negado pela diretoria. O fechamento de novos patrocínios é o que dará sustentação para os mandatários do Leão arriscarem esse contratado de peso, já que o clube não vive um bom momento financeiro. Além disso, a última fez que a diretoria tentou fazer isso, contratou o atacante Finazzi, que estava com uma costela quebrada e ainda cobrou salários atrasados via Justiça do Trabalho.

“Estamos fazendo contratações de maneira cautelosa. Não é qualquer um. Estamos observando. Quando o jogador não é daqui, mandamos gente observar em outros estados”, afirma Zeca Pirão, vice-presidente do Leão. No final da noite de ontem, surgiu a informação que esse camisa 10 poderia ser o meia Thiago Galhardo, de 23 anos, que está no Bangu (RJ). A diretoria não se pronunciou.

Novos atletas só depois do Natal…

Programado para chegar ontem em Belém, o meio-campista Tragodara teve sua passagem adiada pela diretoria do Clube do Remo para depois do Natal, dia 26 de dezembro. A informação foi confirmada pelos dirigentes, além disto, foi anunciado mais um contratado: o também meia Eduardo que, assim como Tragodara, estava no Atlético Acreano. Ele chegará junto com o seu companheiro, ou seja, no dia 26.

Maurício Bororó, diretor de futebol, revelou que decisão ocorreu devido a programação da comissão técnica, que já havia decido dar folga aos jogadores nas festividades natalinas, a partir do dia 23 até 25. “Reunimos com todos os diretores, a comando do Sérgio Cabeça, e conversamos à respeito das passagens desses dois jogadores, que já estão certos. Eles chegarão dia 26, haja vista que não valeria à pena trazer eles antes dessa data, pois os jogadores serão liberados”, explicou.

Mas, o Leão não para nas negociações. Na tentativa de virar uma filial do Atlético Acreano, o clube está negociando com outro jogador da agremiação. O outro meio-campo do time, Josy Braz, 23 anos, que marcou 11 gols no campeonato Acreano desse ano, é o novo menino dos olhos dos azulinos. Mas, os diretores continuam sendo cautelosos. “Só confirmamos qualquer nome quando tudo estiver certo”, justifica Bororó.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.