Copa São Paulo começa nesta sexta, com 104 times e 26 grupos.

04/01/2013

Gazeta Press

Garotada corintiana foi campeã em 2012

 

Apesar de dividir a atenção com outras competições nacionais sub 20 em 2013 (o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil), a Copa São Paulo de Futebol Júnior ainda é o principal alvo da cobiça dos garotos de times de todo o país. O torneio chega à 44ª edição em 2013, com início nesta sexta-feira, às 14h (de Brasília), quando São Mateus-ES e Corinthians-AL se enfrentam em Jaguariúna.

O compartilhar de holofotes com outras competições já causou mudanças na Copinha, como a troca de categoria. Desde 2010 apenas jogadores com até 19 anos podiam competir. Contudo, a edição de 2013 contará com o retorno dos atletas de até 20 anos.

A participação de times de todos os estados do país, principal atrativo da competição, está mantida, com as 27 federações representadas entre as 104 equipes divididas em 26 grupos. São oito clubes a mais que em 2012.

Os favoritos

Na edição 2013, além das equipes tradicionalmente fortes nas categorias de base, como o Fluminense, o São Paulo e o Santos e do atual campeão, Corinthians, entram na lista de favoritos os dois campeões nacionais sub-20 em 2012, Vitória e Cruzeiro.
Além de um ano incrível no profissional com título da Libertadores e do Mundial, o Corinthians é o atual vencedor da Copinha. Como maior campeão (oito títulos) e finalista (quinze finais) da Copa SP, o Timão precisa de poucos motivos para provar seu favoritismo, mas a organização da base nos últimos anos também é motivo de orgulho.

“Temos um trabalho de dois anos e meio com a nova diretoria, existe um investimento na qualificação dos treinadores e consequentemente uma qualificação dos próprios jogadores”, comemora Rodrigo Azevedo Leitão, atual técnico do time.O Santos foi o campeão da Copa São Paulo de 1984 e este é seu único título no torneio. No entanto, na última década, o time da Vila se destacou por revelar um grande número de jogadores que integraram seu elenco principal como Diego, Robinho e, mais recentemente, Neymar, Felipe Anderson e Victor Andrade. O Peixe ostenta também o título paulista sub-20 da última temporada, quando bateu o São Paulo na final.

O Fluminense tem cinco títulos em sete finais disputadas e tem sido reconhecido nos últimos anos como celeiro de grandes revelações. Recentemente, saíram de Xerém nomes como Thiago Silva, Wellington Nem, Arouca e Marcelo. Além disso, o Tricolor das Laranjeiras é o atual vice-campeão da competição.

O São Paulo tem no Centro de Treinamento de Cotia um de seus bens mais preciosos. É lá que a equipe tem revelado grandes valores como Lucas, atualmente no Paris Saint-Germain e Kaká, que está no Real Madrid. Na história da Copinha, são três títulos em nove finais. O São Paulo pretende, em 2013, apagar a má impressão deixada na última edição, quando caiu na primeira fase.

“Estamos buscando informações sobre todas as equipes com que vamos jogar. É papel nosso correr atrás disso para não sermos surpreendidos. A partir do momento em que o árbitro apita, temos que fazer valer o peso da nossa camisa”, afirma Sérgio Baresi, treinador da equipe sub-20.

O Cruzeiro, em dezembro, foi tricampeão do Brasileiro sub-20, organizado pela Federação Gaúcha de Futebol. A Raposa também tem um bom histórico na Copa São Paulo, somando um título, em 2007, e dois vice-campeonatos, em 1996 e 2002.

Outra equipe que não pode ser descartada dos favoritos, apesar da menor tradição na competição, é o Vitória. O Leão da Barra venceu a edição inaugural da Copa do Brasil sub-20, disputada em 2012, e se credenciou como uma das forças da Copinha.A fase de grupos acontece do dia 4 ao dia 13 de janeiro e os melhores de cada grupo somados aos seis melhores segundos colocados se enfrentam em jogos eliminatórios até a grande final, que acontece no dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu, comemorando o aniversário da capital paulista.

fonte: ig.com.br

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.