Iarley está de volta aos braços da Fiel

09/01/2013

 

A espera pelo grande reforço chegou ao fim. Depois de uma negociação longa, que por pouco termina sem um resultado positivo, o atacante e ídolo bicolor, Iarley, está confirmado como novo integrante do ataque bicolor para a temporada 2013. O próprio presidente Vandick Lima confirmou a notícia na tarde de ontem, fato que gerou de imediato uma grande repercussão nas redes sociais e nos bastidores do clube.

Iarley fechou contrato de um ano com o Paysandu e desembarca na capital paraense no próximo sábado. No dia seguinte, quando o clube estreia no Parazão, diante do São Francisco, na Curuzu, o atacante será apresentado oficialmente. Posteriormente, uma remessa de duas mil camisas do clube, custeadas pela fornecedora de material esportivo, Lotto, será posta à venda com a assinatura de Iarley e o número sete, que consagrou sua passagem por Belém.

“É uma grande alegria e satisfação minha estar retornando. Acho que temos uma história muito bonita e eu não poderia deixar jamais de atender um pedido do meu amigo Vandick e da turma do Paysandu. Vamos voltar e se Deus quiser fazer um grande ano. Com o Paysandu sempre tive um carinho muito grande. Sempre falei que foi uma história muito bonita e agradeço por ter me projetado a nível nacional e sul-americano. Só agora tive essa oportunidade retorno”, disse.

Do alto de seus 38 anos, se engana quem acredita que a idade influencia na condição do atleta. Segundo ele, a experiência nem de longe significa baixa produtividade, tão pouco a vinda por estar próximo de uma aposentadoria. “Não é porque só aos 38 anos estou voltando. Deixo claro que não tenho intenção de parar e só agora tive essa grande possibilidade. Ajudei grandes clubes, como o Ceará e o Goiás e espero ser assim também no Paysandu”, completa.

Iarley e Papão: história de sucesso

Dificilmente um jogador consegue a proeza de, em tão pouco tempo, deixar sua marca para sempre na lembrança de milhares de apaixonados por um clube de futebol como Iarley conseguiu marcar a vida do Paysandu. Em pouco mais de seis meses vestindo a camisa alviceleste, foram 27 jogos e cinco gols, período em que o Papão viveu suas maiores glórias até hoje. Um desses gols foi antológico: o que deu a vitória do Paysandu em cima do Boca Juniors, no dia 15 de maio de 2003, em La Bomboñera.

Aos 29 nove anos na época, Iarley veio do Ceará e, em Belém, graças ao sucesso do time na Copa dos Campeões e Libertadores, alçou voos inimagináveis. No mesmo ano, após ter calado “La Bomboñera”, foi contratado para defender o Boca, sagrando-se campeão mundial interclubes. De lá, no ano seguinte, seguiu para o Dorados, do México, e depois para o Internacional de Porto Alegre, onde ganhou pela segunda vez o título máximo de clubes.

Dez anos depois daquela época de ouro, a recepção ao jogador, ao que tudo indica, será glamourosa, tal como aqueles dias de glória do bicolor paraense. “A torcida do Paysandu é especial, apaixonada pelo clube, e a gente tem uma satisfação e alegria muito grande em saber que esse torcedor te apoia e tem um carinho muito grande. É um combustível a mais”, encerra Iarley.

EM NÚMEROS

10 anos

Iarley está de volta após dez anos de sua passagem de sucesso pelo Pará.

(Diário do Pará).

1 resposta a Iarley está de volta aos braços da Fiel

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.