Um encontro entre a surpresa e a tradição

16/01/2013

 

Paragominas e Paysandu fazem um jogo de situações distintas, porém sem muitas previsões. O Papão estreou empatando em casa, com 10 mil pessoas vibrando e o São Francisco fazendo o que pode para sobreviver diante de um mar alviceleste. Nada disso impediu uma falha e um gol aos 47 minutos do segundo tempo. Talvez nem os mais céticos esperassem, mas se fosse assim o futebol não teria graça.

Por outro lado, o Paragominas conseguiu o melhor resultado da primeira fase do Parazão. Derrubou o fragilizado Cametá, no estádio Parque do Bacurau, e de cara subiu à ponta da tabela, encostado somente na segunda-feira pelo Clube do Remo. Caso o resultado da 1ª rodada fosse outro, certamente o Papão iria ao sudeste do estado como favorito, mas depois do acontecido não há como prever quem leva vantagem.

Em seu favor, Lecheva tem o time completo, com no máximo duas ou três mudanças, provavelmente na defesa. O zagueiro Raul é mais um que soma na galeria de possibilidades, enquanto o técnico do PCF espera o retorno do zagueiro Cristovam, ausente da estreia devido uma virose. Fran Costa não tem exatamente a definição titular, pois ainda há peças importantes para entrar no time, como o lateral-direito Flávio e o atacante Weller, recém-contratado do futebol romeno.

No entanto, talvez o maior empecilho não seja o favoritismo de A ou B, mas sim o calendário apertado. PFC e Paysandu jogaram sábado e domingo, respectivamente, e, sem tempo a perder, correm em lados opostos. O Jacaré para reafirmar a condição de surpresa do campeonato e o Papão para mostrar o seu cartão de visitas turbinado na versão 2013. Será um jogo de surpresas e uma constatação: o Campeonato Paraense não é mais da dupla Re-Pa, é democrático e o jogo se ganha dentro das quatro linhas. A sorte está lançada.

No Jacaré, em time que está ganhando…

No Paragominas, após acompanhar a partida entre Paysandu e São Francisco e comandar mais dois treinos técnicos táticos, o técnico Fran Costa optou por manter a escalação da partida contra o Mapará. “A equipe se portou muito bem na partida de estreia, seria um desprestígio preterir alguém após aquela boa exibição”, afirmou o técnico.

As novidades podem ser o lateral direito Flávio e o atacante Weller, que até o fechamento da edição aguardavam confirmação da inscrição no BID para poder ser relacionados, e o zagueiro Cristovam, que ainda está em avaliação para ver se estava totalmente recuperado da virose que o tirou da estreia.

“Vai ser um partida difícil, daquelas que valem seis pontos porque sabemos que o Paysandu deve ficar entre os primeiros no final da competição, mas vamos partir para a vitória. Vencemos a primeira fora de casa, vamos tentar vencer a primeira em casa agora”, afirmou o atacante Adriano Miranda, que é uma opção para o ataque, caso Toniel Love volte a acusar dores musculares.

E MAIS…

DIRETORIA ESPERA CASA CHEIA

A direção do Jacaré está apostando em um grande público para a partida contra o Paysandu e espera esgotar a carga de 8 mil e 500 ingressos disponibilizados para a partida.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.