Libertadores: ‘Grêmio avançou porque foi humilde’, diz Luxemburgo

31/01/2013

   

Porto Alegre, RS, 31 (AFI) – Depois de ver o Grêmio se garantir na fase de grupos da Copa Libertadores com uma vitória nos pênaltis sobre a LDU, na noite da última quarta-feira, em Porto Alegre, ocorrida após um triunfo por 1 a 0 no tempo normal, o técnico Vanderlei Luxemburgo creditou ao fato de o clube gaúcho ter sido “humilde” a classificação para o próximo estágio da competição continental. Ele ressaltou a importância de o time ter viajado com bastante antecedência a Quito, visando se adaptar melhor aos efeitos da altitude no Equador, antes do confronto de ida deste mata-mata.

“O Grêmio não conquistou a classificação hoje (quarta), conquistou quando teve a humildade de ir para Quito e ficar dez dias trabalhando, reconhecendo a força da LDU, que é um clube de tradição, foi campeão da Libertadores, teve grandes conquistas e é muito difícil (de ser superado)”, afirmou o treinador.

Em seguida, Luxemburgo destacou que a boa preparação permitiu ao Grêmio jogar de “igual para igual” com a LDU e conseguir “o resultado mínimo (negativo)”, fato que fez o time vislumbrar uma maior chance de classificação na Libertadores.

Já o goleiro Marcelo Grohe, que se tornou o herói gremista da noite ao defender o pênalti final cobrado pela LDU, acredita que a conquista da vaga na fase de grupos da Libertadores fez justiça ao melhor desempenho do time nas duas partidas deste mata-mata. No Equador, a equipe gaúcha teve boas chances de gol e acertou duas bolas na trave, mas acabou saindo derrotada por 1 a 0.

“Graças a Deus vencemos o primeiro jogo contra o Hamburgo (na inauguração da Arena Grêmio), e agora conseguimos a classificação na Libertadores aqui em nossa nova casa. É uma noite muito especial. Jogamos melhor os dois jogos e merecemos a classificação”, festejou.

Fonte: Rádio Clube

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.