Grandes clubes conquistam torcedores locais

10/02/2013

Existem vários outros torcedores paraenses que dividem sua torcida com dois, três, até quatro times, do eixo Rio-São Paulo. O motivo para essa difusão de paixões clubísticas Brasil afora pode ter uma ligação direta a algo que, a cada dia que passa, vem sendo mais utilizado pelos grandes clubes: o marketing esportivo. Este fenômeno, associado a grandes conquistas dentro de campo, consegue expandir o alcance do clube. “Os clubes do Rio de Janeiro e de São Paulo, especialmente o Corinthians, possuem um trabalho de marketing muito forte que vem se alastrando por todas as redes sociais. Esses espaços impulsionam o que a grande mídia já faz”, explica a jornalista Elva Vieira, 26 anos, trabalhando com mídias sociais há pouco mais de um ano em São Paulo.
No ano passado, por exemplo, os paraenses sentiram na pele o poder desse marketing midiático. O Independente de Tucuruí enfrentou o São Paulo pela mesma Copa do Brasil, com Mangueirão infestado de tricolores, o que fez os paulistas se sentirem praticamente no Morumbi. Tudo bem que o Independente tem uma torcida pequena, principalmente em Belém, mas era de esperar pessoas torcendo pelo time paraense.

No entanto, a conversa agora é outra, pois se trata de um dos mais tradicionais clubes do Norte e Nordeste do país. E é nessa força que o auxiliar administrativo Paulo Vieira, 25 anos, confia para o Estádio Olímpico Mangueirão ficar infestado de apaixonados, não pelo Urubu carioca, mas sim pelo Filho da Glória e do Triunfo. “Eu sou flamenguista, mas sou nortista e sempre vou levantar a bandeira do meu estado. O Remo é o time que eu amo. Aqui não tem esse papo: sempre seremos maiores”, confia.
Em meio a discursos, certos, errados, todos esperamos que algum dia esse debate possa cessar. E, assim, Remo e Paysandu, por meio de suas próprias conquistas, consigam ficar no mesmo patamar dos grandes clubes em todo o Brasil. É pedir muito?

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.