Tuna e Paysandu fazem clássico dos líderes

23/03/2013

 

Em jogo  válido pela sexta e penúltima rodada do returno do Campeonato Paraense, Tuna Luso e Paysandu se enfrentam nesta tarde, a partir das 16 horas, no Mangueirão. A situação de ambas equipes não está definida e só a vitória interessa aos comandados de Lecheva e Cacaio. No confronto dos ex-jogadores, o técnico bicolor leva ligeira vantagem por liderar a tabela da competição, com 11 pontos, enquanto a Águia vem logo atrás, com nove.

A valer pelo retrospecto no segundo turno, Os números de Papão e Águia não se distanciam. Enquanto o Paysandu lidera a tabela desde a primeira rodada da segunda fase, a Tuna reencontrou o caminho das vitórias, após um primeiro turno apático, que lhe valeu a lanterna, com apenas um ponto e
um gol.

Contudo, após vencer o São Francisco na última quarta-feira, a equipe de Cacaio aproximou-se da ponta da tabela e precisa vencer para assumir a liderança e pensar cada vez mais na classificação, mesmo sem contar com o meia Fabrício. As opções do técnico recaem sobre Maninho ou Rodrigo Santarém, mas ainda não foram confirmadas. O certo é que os tunantes precisam da vitória, pois ainda ocupam a lanterna na classificação geral e ainda correm risco de rebaixamento.

Já na Curuzu, o grande problema tem sido as constantes lesões no plantel. Só no treino recreativo realizado na manhã de ontem, quatro jogadores ficaram de fora: Ricardo Capanema, Iarley, Vanderson e Eduardo Ramos. Além deles, existem os lesionados da hora: o lateral-esquerdo Rodrigo Alvim, o goleiro Zé Carlos e o meia Lineker, que sofreu uma grave lesão no tornozelo e aguarda resultado de exame para saber se irá submeter-se à cirurgia.

Consciente dos desfalques, Lecheva estuda a melhor forma de compactar um time, que, na iminência de perder peças importantes na defesa, terá de redobrar os cuidados com o temido Lucas, atacante da Tuna e autor do gol da vitória contra o Leão Santareno.

Lucas é a esperança de gols da Lusa

Poucas vezes em anos recentes o clássico entre Paysandu e Tuna teve a carga dramática que o deste sábado apresenta, principalmente para os cruzmaltinos que enfrentam a dualidade de poder chegar à liderança da Taça Estado do Pará, com uma vitória, e mesmo assim não sair da zona de rebaixamento da competição. Com 9 pontos, a campanha do segundo turno da Águia é muito boa. Com 10 pontos, a campanha geral do clube ainda é muito fraca. Para o técnico Cacaio a situação para essa partida pode ser definida em uma frase.

“Não há outra possibilidade de resultados, para nós, além de vitória, esse é um jogo que vale a vida do time”, afirma.

E para chegar a uma vitória, que levaria a uma sobrevida na competição, o técnico cruzmaltino tem apostado no mistério. Nos treinos preparatórios para a partida não confirmou o substituto do meia Fabrício, que tomou o terceiro cartão amarelo na partida contra o São Francisco.

Uma das grandes esperanças da Tuna para conquistar a vitória, independente do sistema tático, é o atacante Lucas, autor de 5 gols da Tuna na competição, simplesmente metade dos gols do time. “É uma situação nova pra mim estar fazendo tantos gols, mas espero conseguir seguir ajudando a equipe até o final da competição” afirmou o artilheiro.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.