Torcida remista quer de volta o sistema 4-5-1

02/05/2013

 

A julgar pela partida de ontem (1) contra o Paragominas, os jogadores não podem ser chamados de omissos se o que estiver sendo cobrado for a entrega em campo e vontade de selar de vez o título do segundo turno, pois o que está em jogo para os azulinos é um caledário de sequência para 2013, ou seja, a vaga para disputar a Série D do campeonato brasileiro.

Porém, nem tudo era correria e disposição para passar pelo Jacaré. A forma de atuar dos azulinos esbarrou mais uma vez nos velhos problemas dos jogos anteriores ao Re x Pa. Muitos passes errados e a indecisão na hora do arremate final atrapalharam o desenvolvimento das jogadas e até irritavam os torcedores.

O técnico remista, Flávio Araújo optou por não repetir o esquema que adotou contra o maior rival e retornou ao velho 3-5-2. Esta forma de jogar parece mesmo ter feito com que o Remo sofresse consigo mesmo e deu ao adversário chances de complicar o jogo nos contra-ataques. Para a sorte dos remistas, o goleiro Fabiano esbanjou segurança nas chances em que os atacantes Adriano Miranda e Aleílson não onseguiram alterar o placar.

No entanto, o saldo positivo foi a marcação imposta pelos volantes e zagueiros que demonstraram um poder de recuperação fundamental nas dividas mesmo com o campo do Mangueirão muito prejudicado pela chuva constante que despencou durante toda a tarde.

REDES SOCIAIS

Nas redes sociais, a torcida do Remo implorava para o comandante azulino repetir o estilo de jogo que muitos atribuiram ser o principal motivo da classificação para a final do returno.

>> A torcida remista quer de volta o esquema responsável pelas vitórias nos confrontos contra o maior rival.  (Reprodução/Facebook)

(Ronald Sales/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.