PM proíbe entrada de caxirola em jogos na Bahia

10/05/2013

O uso da caxirola está proibida no próximo clássico entre Bahia e Vitória, domingo, no estádio Fonte Nova, em Salvador, e também de todos os jogos em estádios baianos, segundo informou a Polícia Militar.

O polêmico instrumento musical (uma espécie de chocalho de plástico) foi usado como arma pelos torcedores do Bahia no Ba-Vi –insatisfeitos com o desempenho do time, que perdeu do rival, eles atiraram centenas de exemplares do artefato ao campo no último dia 28 de abril.

A presidente Dilma Rousseff brinca com a caxirola
A presidente Dilma Rousseff brinca com a caxirola

 

A caxirola havia sido distribuída gratuitamente na porta do estádio, antes da partida.

A proibição para o próximo clássico foi definida hoje, em reunião que contou com a participação de autoridades e representantes dos clubes e das torcidas organizadas.

O instrumento foi criado pelo músico baiano Carlinhos Brown, e ganhou a chancela do governo federal para ser o “instrumento oficial” da torcida durante a Copa das Confederações deste ano e a Copa do Mundo de 2014.

A caxirola custa R$ 29,90 e é fabricada pela empresa americana Marketing Store.

A torcida organizada Bamor, a maior organizada do Bahia, foi suspensa por dois jogos devido ao episódio do ataque do Ba-Vi anterior e ainda precisou pagar uma multa de 500 kg em alimentos.

O major Henrique Melo, responsável pelo policiamento do Ba-Vi, disse que a caxirola não entra mais em Salvador. Ele ainda disse que não se sabe se haverá na Copa do Mundo e na das Confederações, porque fica à mercê da Fifa.

 

Ulisses Dumas-28.abr.2013/Divulgação/Ag. BAPRESS

Torcida do Vitória com as caxirolas que ganhou antes do clássico contra o Bahia
Torcida do Vitória com as caxirolas que ganhou antes do clássico contra o Bahia

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.