Resultado desanimou Charles Guerreiro

13/05/2013

 

O técnico do Paragominas, Charles Guerreiro, mostrou toda a sua chateação ao final da partida em que seu time deixou o campo com uma goleada de 4 a 0 para o Paysandu, no primeiro jogo da final da Taça Açaí, que vale o título de campeão paraense. O treinador até mesmo não se sentiu acanhado em concordar que a equipe verde pode ter entrado em campo de “salto alto”, pelas vitórias consecutivas contra a Tuna Luso, na semifinal, e Clube do Remo, na final do segundo turno.

“Tudo o que fizemos na semana e vínhamos fazendo nos jogos decisivos foi por água abaixo. Era outra equipe, apática, sem vontade, uma equipe que não jogou. Entramos com o propósito de ganhar e fiz um esquema para ganhar. Mas temos que refletir onde erramos”, disse Guerreiro.

Para Charles, o primeiro tempo do time deve ser esquecido. “Eu montei uma equipe forte no ataque, para ir para cima do adversário. No entanto, os jogadores não responderam. Eu conversei com eles no intervalo, fiz duas mudanças e até reagimos e poderíamos ter feito um ou dois gols e só levamos um, mas não foi o suficiente”, analisou. Agora, o Charles Guerreiro, experiente treinador local, sabe que o título ficou muito distante, mas sua equipe pode deixar o campeonato de forma honrosa.

“Reverter é muito difícil. Eles jogando em casa, com um dos melhores times campeonato, é complicado. Falei que, se a gente bobeasse, eles fariam gol. Agora, temos que ir para Belém tentar uma vitória para tentar apagar essa impressão ruim que ficou daqui. O resultado foi uma vergonha”, concluiu.

(Diário do Pará)

 

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.