Sem Rádio Clube, não há futebol!

15/05/2013

 

A Rádio Clube do Pará comprou direitos da Rede Globo e será a única emissora da região Norte a transmitir ao vivo os jogos da Copa das Confederações, a partir do próximo mês, e da Copa do Mundo de 2014. O anúncio foi feito pelo diretor Geral do Grupo RBA, Camilo Centeno, durante as comemorações dos 85 anos da emissora, ontem á noite, na Usina 265 que reuniu um grande número de colaboradores da emissora, agências de publicidade e empresários.

A primeira da Amazônia e a quarta mais antiga emissora de rádio do país, a Rádio Clube chega aos 85 anos como uma rádio moderna, que lidera a audiência entre todas as emissoras locais. “Chegar aos 85 anos com esse sucesso todo é motivo de muito orgulho pra nós, principalmente num momento em que se fala da extinção das rádios AM. Quero parabenizar a toda a equipe”, afirmou Jader Barbalho Filho, diretor presidente do DIÁRIO DO PARÁ.

Camilo Centeno destacou o fato da Clube ser, proporcionalmente, a líder absoluta no setor esportivo em todo o país e fez questão de agradecer “aos nossos ouvintes que fazem o sucesso da rádio”. Está já é a quarta Copa do Mundo que a Clube vai transmitir.

A transmissão inaugural da Rádio Clube foi no dia 22 de abril de 1928. A emissora foi fundada por Edgar Proença Roberto Camelier e Eriberto Pio, avô e tios do escritor Edir Proença que participou da festa dos 85 anos rádio, lembrando fatos como a transmissão da Copa do Mundo de 1950, quando o Brasil perdeu a Copa do Mundo para o Uruguai em pleno Maracanã. Ele também participou da encenação de um capítulo de uma radionovela, feita ao vivo para lembrar os sucessos antigos.

Sem concorrentes até 1954, a Rádio Clube integra o Grupo RBA desde 1993, localizada no 3º andar do prédio do grupo de comunicação, na Almirante Barroso e hoje é líder absoluta de audiência há 18 anos consecutivos, tendo como carro chefe da sua programação o jornalismo e o esporte. “Nesses 18 anos nunca saímos da liderança e estamos sempre ampliando a diferença em relação aos nossos concorrentes”, afirma Nonato Cavalcante, diretor de jornalismo e programação da Clube.

A média de audiência, segundo pesquisa do Ibope, é de 85%. E além de transmitir por ondas médias e tropicais, por meio de um transmissor de 20 kw, a Clube também pode ser acessada em todo o Brasil por meio das TVs fechadas SKY (canal 402) e Claro (canal 195) e no mundo pelo site (http://radioclube.diarioonline.com.br) e agora também pelo telefone celular.

(Diário do Pará)

1 resposta a Sem Rádio Clube, não há futebol!

  1. Parabéns a equipe da Rádio Clube, parceira do PARASOCCER a maior rede do futebol pelada do Brasil :)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.