Drama azulino: vaga ainda está em Rondônia

05/06/2013

 

Quais os malefícios de uma má administração? Que tipo de efeito uma gestão deficiente pode causar em uma uma torcida de massa e apaixonada? Drama, vergonha, ansiedade a ponto de se tornar desespero. A omissão de dirigentes deixou o Clube do Remo a ponto de praticamente implorar por uma vaga na Série D.

O Remo chegou a ter a vaga praticamente assegurada na tarde desta terça-feira (6). Vilhena e Pimentense protocolaram o documento que viabilizava a desistência da vaga para a disputa da Série D, porém, no apagar das luzes, o Genus, terceiro colocado no Campeonato Rondoniense de 2013, foi confirmado como representante da federação local.

A CBF de imediato informou em seu site, postando também documento assinado pelo diretor de Competições, Virgílio Elísio, oficializando a participação do Genus. Divulgou também a tabela do grupo A1, já constando o Genus como representante rondoniense.

Os dirigentes azulinos que foram tratar o assunto da vaga em Porto Velho, o diretor de futebol Maurício Bororó e o vice-presidente, Zeca Pirão, admitiram que agora as chances são ainda mais remotas.

A partir de agora, somente uma decisão da CBF em relação à participação de Rondônia poderia vir a beneficiar o Remo.

(Ronald Sales/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.