Dinheiro? Isso nunca mais foi problema

24/06/2013

 

Prestes a completar seis meses à frente da administração bicolor, o presidente Vandick Lima comemora os resultados conseguidos no âmbito financeiro, passando por cima de uma crise crônica, que historicamente afetava os cofres do clube, até a administração passada.

Atualmente, não há registro de salários atrasados, no que diz respeito somente ao mandato do dirigente. “O Paysandu está rigorosamente em dia. Desde que nós assumimos o clube, em janeiro, um dos meses nós pagamos dia 3, os demais foram antes de acabar o mês. Conseguimos pagar e deixar a diretoria à vontade para fazer as cobranças com o elenco e comissão técnica. Não estamos fazendo mais do que a nossa obrigação e eles entendem isso e fazem o melhor deles”, destaca.

No entanto, o presidente ainda é perseguido por alguns compromissos deixados pela administração passada. Débitos entre funcionários e jogadores, a exemplo do zagueiro Thiago Costa, liberado pela comissão técnica de Givanildo Oliveira, que tem dois meses de salários atrasados, referente aos meses de novembro e dezembro de 2012.

“Eu acho que nenhum clube faz isso, pagar antes do final do mês. O Paysandu conseguiu com muito sacrifício. É uma coisa que sempre falamos desde a candidatura: honrar os salários em dia, não só dos jogadores e comissão técnica, como também dos funcionários”, conclui o presidente.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.