Torcida do Remo vai cobrar apoio da FPF

11/07/2013

 

Impulsionados por uma declaração feita em uma rede social por Valber Motta, advogado de defesa da ação que tenta colocar o Clube do Remo na Série D, torcedores do Remo farão hoje à tarde um protesto em frente à sede da Federação Paraense de Futebol (FPF), localizada no bairro do Guamá. Revoltados com as supostas denúncias de que a FPF estaria recebendo auxílio financeiro de um clube local para prejudicar o Leão Azul, torcedores irão cobrar dos diretores da entidade apoio mais amplo ao Clube de Periçá, além de demonstrarem seu apoio aos advogados e ao autor da ação.

“Nós (torcedores) somos a única coisa que o Clube do Remo pode contar. Vamos continuar mudando os rumos da nossa história”, diz a nota da convocação. O relato do advogado Valber Motta é o mote central do protesto intitulado “Manifesto da Resistência Remista”, título tirado do texto do advogado publicado em grupos ligados ao Leão pelo Facebook, no início da madrugada de terça-feira (9).

Estão sendo convocadas diversas torcidas organizadas e torcedores comuns que quiserem dar força à causa, com cartazes, apitos, faixas e outros artifícios que chamarão a atenção dos dirigentes da Federação.

Em maio desse ano, os remistas já conseguiram realizar uma manifestação que levou mais de 500 pessoas para frente da sede do clube para pedir a saída da atual diretoria e das eleições diretas.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.