Atlético-MG x Olímpia-PAR – Saiu do Horto, tá morto?

24/07/2013

 

Belo Horizonte, MG, 23 (AFI) – A Arena Independência já se tornou a casa do Atlético-MG desde o ano passado e é lá onde o time tem conseguido reverter resultados complicados – assim como aconteceu contra o Newell´s Old Boys. No entanto, por determinação da Conmebol, a grande final da Copa Libertadores, marcada para essa quarta-feira, contra o Olímpia, às 21h50, será realizada no Mineirão. Resta saber se o Galo vai manter o bom retrospecto fora do Hortô.

Devido ao regulamento da Libertadores, a final não pode ser realizada em um estádio que tenha capacidade menor de 40 mil pessoas. Como a Arena Independência comporta pouco mais de 20 mil, a partida foi transferida para o Mineirão, apesar do Atlético-MG não ter aprovado. E a expectativa é de casa cheia. Quase 60 mil ingressos já foram comprados pelos atleticanos.

Na partida realizada no Paraguai, na semana passada, o Atlético-MG fez uma partida muito abaixo do esperado e acabou perdendo por 2 a 0. Se quiser ficar com título inédito da Libertadores, o Galo terá que vencer por três ou mais gols de vantagem. Caso vença por dois, a decisão vai para os pênaltis. Vale lembrar que na final não existe gols fora de casa como critério de desempate.

Mistério no Galo
O técnico Cuca apostou no mistério antes da decisão e não deixou a imprensa acompanhar boa parte do treinamento realizado nesta terça-feira, quando definiu os 11 titulares para a partida. O meia-atacante Bernard cumpriu suspensão no Paraguai e volta. Essa deve ser sua despedida com a camisa alvinegra, já que tem tudo acertado com o Arsenal.

“Em uma semana tão importante quanto essa, não quero falar sobre isso. Não quero ser mal-educado, mas meu foco está na decisão. O meu futuro no Atlético a partir de quinta-feira está nas mãos da diretoria”, despistou a Jóia do Galo, que tem apenas 20 anos e esteve na mira de grandes clubes europeus desde o ano passado, como Tottenham-ING, Borussia Dortmund-ALE, Porto-POR, entre outros.

Se por um lado vai ter o reforço de Bernard, por outro Cuca não poderá contar com dois importantes jogadores. O lateral-direito Marcos Rocha recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática, assim como o polivalente Richarlysson, expulso no fim do primeiro jogo. Michel deve entrar na direita e Júnior César na esquerda.

Olímpia também misterioso
Antes de embarcar, os jogadores do Olímpia receberam o apoio de centenas de torcedores, que chegaram a causar pequeno tumulto no aeroporto. A polícia local controlou rapidamente a torcida. Nenhum incidente foi registrado, segundo as autoridades.

Assim como o Atlético-MG, o Olímpia também não está definido para a grande decisão. A tendência é que o técnico Ever Almeida mantenha a mesma formação que venceu no Paraguai, mas o comandante deixou no ar a possibilidade de fazer algumas mudanças. Preocupado com Bernard, ele pode promover a entrada do volante Ricardo Mazacotte no lugar do lateral-direito Candia. Na esquerda, Enrique Meza e Benítez brigam por uma posição entre os titulares.

Fonte: http://www.radioclubedopara.com.br/noticia.php?nIdNoticia=40292&nTipo=1

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.