Vitória de virada em um dia de luto

29/07/2013

 

Até os 47 minutos do segundo tempo, Águia e Brasiliense empatavam em 1 a 1, no estádio Zinho Oliveira, em Marabá, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Parecia que a história desse jogo terminaria assim. Mas, em uma sobra de bola na área, o zagueiro Fred fez o gol da virada e da vitória do Azulão por 2 a 1, em um jogo marcado pela emoção, superação e dor. Isso porque o goleiro Jair, do Águia, havia perdido a filha na noite anterior ao jogo, durante o trabalho de parto da esposa.

Embora tenha saído atrás no placar, os marabaenses mostraram mais disposição durante o jogo todo. Até quando Laércio inaugurou o placar para os visitantes, aos 26 minutos do primeiro tempo, era o Águia quem mandava no jogo. “O gol foi uma ducha de águia fria na gente, porque a gente estava em cima deles. Mas, graças a Deus, tivemos garra para virar”, comentou o técnico João Galvão.

João Galvão, por sinal, não hesitou em fazer uma mexida fundamental no seu time. Com a derrota parcial ao final do primeiro tempo, o treinador chamou imediatamente o meia Flamel para entrar no lugar do lateral Ceará. A alteração deixou o time mais ofensivo e as chances de gols aumentaram.

Os brasilienses, por sua vez, ficaram retrancados – com três zagueiros – querendo manter o placar. Em vão. Depois de tanto insistir, aos 42 minutos, Danilo Galvão aproveitou o ataque aguiano para empatar a partida. Cinco minutos depois, foi a vez de Fred virar herói em Marabá. Jogo vencido no final e dedicado pelo grupo inteiro à filha de Jair, que virou um anjinho.

“Estou emocionado demais. Minha esposa estava grávida de sete meses e nessa madrugada ela deu à luz e tive a notícia de que minha filha havia nascido morta”, revelou o arqueiro. “A vitória tem um sabor especial e vai para minha filha”, disse ele às lágrimas. “Quero pedir pra Deus abençoar o Jair que perdeu sua filhinha”, disse João Galvão. “Ele foi um herói porque não havia revelado isso pra gente em nenhum momento e só soubemos agora. Mas ele jogou muito bem e peço que Deus o abençoe”, destacou.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.