Brutalidade! Jogador do Fluminense é esquartejado em favela do Rio

03/09/2013

 

Rio de Janeiro, RJ, 03 (AFI) – O desaparecimento do volante da base do Fluminense Gabriel Costa, 18 anos, finalmente teve um desfecho. Mas o último capítulo desta história de quase três meses mais parece um filme de terror. Isso porque a jovem promessa tricolor teria sido esquartejada e jogada em um rio, que passa pela comunidade Parque São Francisco, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense do Rio.

Os restos mortais do jovem ainda não foram encontrados, mas outros dois suspeitos pelo assassinato foram presos, no último domingo. Os traficantes Marcelo Dino da Silva, o Açougueiro, de 25, e Douglas Ventura da Conceição, o ‘01’, de 22, são acusados de ter matado e esquertejado Gabriel Costa a pedido do chefe do tráfico local da época, Alex Sacramento Lopes, o Lico, de 32, que foi preso desde a semana passada.

O delegado assistente da 56ª Distrito Policial (Comendador Soares), Luiz Henrique Pereira Guimarães, relatou que Gabriel Costa, um irmão dele de 15 anos e outro comparsa, também menor, roubaram um carro em Nova Iguaçu, no dia 16 de maio.

Lico teria reprovado o fato deles terem abandonado o carro no Parque São Francisco, já que poderia atrair a polícia para o local. Como punição, o chefe do tráfico pediu para que Açougueiro e ‘01’ “picotassem” o jogador do Fluminense.

O irmão do volante do Flu e outro menor que participaram do roubo do roubo do veículo não foram mortos. No entanto, ambos já foram capturados pela polícia.

http://www.radioclubedopara.com.br/noticia.php?nIdNoticia=42182&nTipo=1

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.