Apesar da vantagem, Leãozinho vai para cima do Fla

08/10/2013

 


Sob o forte calor da manhã de ontem, o time sub-20 do Clube do Remo realizou seu último treino antes da viagem para o jogo de volta contra o Flamengo, pela Copa do Brasil Sub-20. Após a bela vitória de 3 a 0 na primeira partida, o Leãozinho pode perder por até dois gols de diferença, hoje, às 19h30, em Macaé (RJ), que volta para casa com a vaga à terceira fase do torneio.

Apostando em manter o bom desempenho fora de casa, o técnico Walter Lima realizou um treinamento com a mesma formação da equipe que venceu no Mangueirão. “O time está definido. Não tem invenções a fazer, temos que fechar em cima do objetivo e procurar chegar lá com os recursos que você tem e conhece”, disse o treinador.

A delegação remista partiu de Belém para o Rio de Janeiro de avião, ontem à tarde, mas ainda teve que encarar mais algumas horas de ônibus até o município de Macaé.

Do lado Rubro Negro, o clima não chega a ser de confiança, mas o técnico Cleber Santos acredita numa reviravolta. “O desafio está aí e cabe ao grupo ter o compromisso de encará-lo”, afirmou o treinador do urubuzinho. Para o jogo de hoje, o time titular não foi confirmado pelo técnico.

Ted quer ficar no time profissional

O dia após a vitória do Remo no amistoso contra o Castanhal foi especial para um atleta do elenco azulino: o meia Ted. Aos 18 anos de idade, o atleta maranhense foi trazido a Belém com expectativas de ser aproveitado pelo time sub-20, mas, na falta de atletas experientes no atual elenco profissional, ele acabou ganhando espaço e agradando o técnico Charles Guerreiro, que tem testado o jogador no time principal. “Eu vim para o clube para procurar o meu espaço, mas não achava que ia jogar no time principal tão cedo. O grupo tem excelentes jogadores e eu espero ficar”, aposta o meia.

Ted define como sua principal característica aquilo que o seu parceiro no jogo contra o Castanhal mais elogiou. “Toque de bola em velocidade. Gosto de me mover por todo campo e fazer a bola girar. O Ratinho é um parceiro muito bom, porque ele tem um passe certo e ele parece que já sabe que jogada fazer quando recebe a bola”, elogia.

O meia espera continuar entre os titulares do grupo azulino, apesar de saber que mais atletas experientes devem pintar pelo Baenão até o início do Campeonato Paraense 2014. “Por enquanto, o professor não tem muitas opções para montar o time, ainda mais com a equipe sub-20 disputando a Copa do Brasil, mas é jogando que eu vou mostrar que tenho bola para ficar no time principal”, destaca o meia, que torce para ver o Baenão tão lotado, nesta sexta-feira, no amistoso contra a Tuna Luso, quanto esteve o Mangueirão na partida do Leãozinho. “Estou ansioso para jogar apoiado por uma torcida daquelas, me arrepio só de lembrar”.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.