Italiano: Moratti confirma venda da Inter a empresário indonésio

15/10/2013

 

Campinas, SP, 15 (AFI) – O presidente da Inter de Milão, Massimo Moratti, confirmou a venda do clube a um magnata indonésio. O empresário Erick Thohir assinou nesta terça-feira o contrato que finalizou a compra de 70% das ações do time italiano por cerca de 350 milhões de euros (R$ 1,03 milhão).

“Tudo já foi assinado”, confirmou Moratti. “Sim, estou satisfeito. Foi um processo lento, mas parece que a coisa toda foi equilibrada e foi bem feita”, completou o presidente, que negociou por cerca de seis meses com Thohir antes de finalmente confirmar a venda.

Empresário da área de telecomunicações, Thohir vinha negociando com a Inter desde os primeiros meses do ano. Em setembro, Moratti chegou a admitir que as conversas estavam próximas de ter um desfecho positivo, mas negou que já estivessem concluídas. Na época, o presidente avaliou o indonésio como pessoa “de caráter”.

Com a confirmação da venda, a Inter de Milão se torna o segundo dos grandes clubes italianos a ser comandado por um dono estrangeiro, depois que a Roma foi comprada por um grupo de Boston, em 2011. Thohir já possui um nome no esporte, uma vez que também possui parte das ações de outro clube de futebol, o D.C. United, dos Estados Unidos, e de uma franquia da NBA, o Philadelphia 76ers.

Apesar de se dizer satisfeito com a venda, Moratti ainda não tem certeza sobre seu futuro. Presidente da Inter desde 1995, o dirigente não sabe se continuará no cargo com a chegada do novo dono. “Isso eu não sei”, disse, antes de afirmar que, no entanto, acredita que a decisão de seguir no posto será dele. “Acredito que sim, vamos ver.”

Sob o comando de Moratti, a Inter de Milão viveu alguns de seus anos mais gloriosos, tendo como principais títulos a Liga dos Campeões de 2009/2010 e o Mundial de Clubes de 2010. Nas últimas temporadas, no entanto, entrou em crise e passou a ficar distante da disputa por grandes títulos. Nesta temporada, por exemplo, o time está fora tanto da Liga dos Campeões quanto da Liga Europa e a principal justificativa para o momento é o problema financeiro que o clube atravessa.

http://www.radioclubedopara.com.br:82/noticia.php?nIdNoticia=43983&nTipo=1

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.