Ponte Preta 1 x 1 São Paulo – Macaca é finalista internacional!

28/11/2013

 

Mogi Mirim, SP, 27 (AFI) – O grito de “é campeão” está cada vez mais próximo de sair da garganta do torcedor pontepretano. Na noite desta quarta-feira, em partida válida pelo jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana, a Ponte Preta empatou com o São Paulo por 1 a 1 no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim. Com o resultado, a Ponte Preta chegou a inédita final da competição continental.

Como tinha vencido o primeiro jogo, no Morumbi, por 3 a 1, a Ponte Preta classificou com um resultado agregado de 4 a 2, que lhe permitirá jogar a final da Copa Sul-Americana. A derrota tira qualquer chance do São Paulo de ir para a Copa Libertadores no próximo ano.

Agora, a Macaca espera o resultado confronto entre Lanus-ARG e Libertad-PAR, nesta quinta-feira, para descobrir quem será o seu adversário na final. Certo mesmo é que a Ponte Preta jogará o jogo de ida como mandante e o de volta como visitante, pois possui um número de sorteio superior ao de ambos os times. O Lanus leva vantagem no confronto de semifinal, porque venceu o Libertad por 2 a 1 no jogo de ida.

Ainda a confirmar, tudo indica que os jogos das finais aconteçam nos dias 04 e 11 de dezembro.

Contra-ataque deu certo
Com uma vantagem de dois gols obtida no jogo de ida, no Morumbi, a Ponte Preta entrou em campo decidida a ficar atrás e esperar a hora certa para um contra-ataque puxado pelo meia Elias e pelo atacante Rildo. Dessa forma, o São Paulo conseguiu uma posse de bola maior, mas sem conseguir levar um perigo claro ao gol da Macaca.

O primeiro lance mais incisivo foi do São Paulo, aos seis minutos. Depois de cobrança de escanteio de Douglas, a defesa da Ponte afastou mal e abola sobrou para Ganso. O meia estava de frente para o gol, mas pegou mal na bola e chutou por cima.

A Ponte Preta conseguiu responder aos dez minutos. Depois de bola lançada para dentro da área. Artur subiu sozinho e tentou ajeitar, de cabeça, para alguém que chegasse de trás. A bola, porém, acabou indo em direção ao gol e exigiu boa defesa do goleiro Rogério Ceni. Cinco minutos depois, Ademílson levou perigo, com um chute de fora da área que passou próximo ao gol.

O ritmo do time são-paulino foi caindo conforme o tempo foi passando. O Tricolor só voltou a assustar em uma cobrança de falta aos 31 minutos. Rodrigo Caio subiu mais que todo mundo e cabeceou para o gol. Bem posicionado, Roberto defendeu.

E a velocidade de Rildo acabou sendo uma arma letal contra o São Paulo aos 42 minutos. Depois de lançamento de Fellipe Bastos, o atacante invadiu a área e cruzou para trás. Antônio Carlos afastou, mas ela sobrou nos pés de Leonardo, que chutou duas vezes para abrir o placar da partida.

Segura, Ponte Preta!
De volta para o segundo tempo, a torcida do São Paulo esperava ver o seu time indo com tudo para cima da Ponte Preta, mas o Tricolor manteve a timidez no jogo. Com isso, a Ponte Preta aproveitou os primeiros 15 minutos e tocou a bola e cavou faltas no campo de ataque o quanto pode. No banco de reservas, Muricy Ramalho gritava com seu time, que não evoluía.

O Tricolor só conseguiu a primeira chance de gol na segunda etapa após uma falha feia do lateral-direito da Ponte, Artur. Sozinho, o lateral tocou mal a bola e entregou nos pés de Ademílson. O atacante ficou de frente para o gol, mas de fora da área, pegou mal na bola e chutou para fora.

Depois das entradas de Luis Fabiano e Welliton, o São Paulo ficou mais ofensivo. Aos 21 minutos, o São Paulo chegou dentro da área e abola sobrou para Aloísio. O atacante chutou fraquinho e Roberto defendeu sem dificuldade.

Depois disso, a Macaca voltou a assustar. Depois de cruzamento da direita, Adaílton subiu sozinho e cabeceou para o gol. A bola tirou tinta da trave de Rogério Ceni.

O São Paulo teve a sua última chance clara de gol aos 38 minutos e fez. Depois de um chute de Reinaldo, a bola desviou em César e sobrou livre dentro da área para Luis Fabiano, que marcou o gol de empate com a cabeça. Entretanto, já era tarde e a Ponte se classificou com o empate.

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.