Zé Soares promete não decepcionar torcida do Leão

12/12/2013

 

Ele não é o dono da camisa 33, mas sua contratação pode ter sido uma das mais aguardadas pela torcida azulina. Depois  de seis anos longe do futebol brasileiro, o atacante Zé Soares está de volta ao Clube do Remo, onde teve passagem destacada nos anos de 2006 e 2007. O atleta foi apresentado oficialmente pela diretoria azulina na tarde de ontem, no Baenão, após assinar contrato de um ano.

O assédio era grande, mas a dificuldade em adaptar-se novamente ao português não permitiu ao atacante maior interação com os repórteres. Contudo, era nítida a emoção de retornar ao time que lhe projetou para uma carreira vitoriosa na Europa: foram dois anos na Bulgária e mais quatro temporadas na Ucrânia.

Já sentindo na pele o calor paraense, Zé Soares promete adaptar-se o mais rápido possível à diferença de clima e futebol. “Eu joguei Copa da Uefa, Champions League, são competições muito diferentes. É um desafio e tanto, mas pelo Remo eu me dedicarei, pois foi um clube que fez muito por mim. Primeiro vou ter que me adaptar, conhecer os companheiros que fazem muitos gols e aqueles que jogarem com esse atletas vão ajudar. Sempre fui um jogador que gosta de dar passe aos companheiros”, disse.

Zé Soares está sem jogar uma partida oficial há três meses, mas a ausência, segundo ele, foi por causa de um atrito com o treinador do Metalurh Donetsk, que inclusive o fez optar pelo retorno ao Brasil. No Remo, ele já viveu bons momentos, mas não escapou de um rebaixamento à Série C, em 2007. “Era um tempo de muita dificuldade. Não recebíamos, então, a tendência era cair mesmo. Apesar disso, tínhamos grandes jogadores, mas a minha melhor passagem foi em 2006, quando o time não caiu”, contou.

Zé Soares se apresenta na próxima sexta-feira (13), em Salinópolis, onde o time faz da pré-temporada, mas volta a Belém no domingo (15) para o jogo festivo.

Lista de contratações pode aumentar, segundo o diretor de futebol

Com a vinda de Zé Soares, o Clube do Remo já contabiliza seis atletas do dito “pacotão” de oito reforços. Apesar de alguns nomes serem extra-oficiais, o fato é que a lista está chegando ao fim, ao mesmo passo que aumenta a expectativa para saber quem será o dono da Camisa 33. Nomes não faltam, mas só no próximo domingo (15) é que o mistério será desfeito, após a pisada do “astro” no solo do Mangueirão, vindo de helicóptero.

O primeiro a chegar foi o lateral-esquerdo Rodrigo Fernandes. Depois dele foram confirmados o lateral-direito Diogo Silva (ex-Asa), o zagueiro Max (ex-Betim), o volante Mael (ex-Águia) e os atacantes Leandrão (ex- Hapoel Akko-Israel) e Zé Soares. Quanto ao zagueiro Rogelio (ABC-RN), a confirmação veio por parte do presidente Zeca Pirão. O jogador tem chegada prevista para esta quinta-feira, em Belém.

Na somatória, a lista chega a sete atletas, e por enquanto, nomes como Eduardo Ramos, Thiago Potiguar ou Wellington Saci não passam de meras especulações, apesar dos fortes rumores apontarem há tempos essas contratações. A intenção da diretoria em esconder a lista até que os acertos sejam concretizados tem obtido sucesso e a única dica ofertada pelos dirigentes é que outros jogadores ainda virão, quem sabe até com acréscimos.

“Até a próxima sexta-feira (13) mais dois jogadores serão apresentados. Estamos até na expectativa de que essa lista aumente para nove nomes, mas ainda estamos analisando cada caso”, disse o diretor de futebol Thiago Passos.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.