Por ação na Justiça Comum, Fla pode ser excluído da Libertadores

16/01/2014

 

Rio de Janeiro, RJ, 16 (AFI) – O Flamengo pode não disputar a Libertadores de 2014. Isso porque a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pressiona a Conmebol para que exclua o time carioca da competição. Tudo isso depois que um torcedor rubro-negro ingressou na Justiça Comum, no final do ano passado.

Na ocasião, ele pedia para que a CBF devolvesse os pontos que foram retirados do seu time – devido a escalação irregular do lateral André Santos. Ele alega não ter nenhuma ligação com a diretoria do clube, porém, nos bastidores surgiram informações de que ele teria prestado dois serviços na Gávea, o que poderia resultar em punições extracampo.

A CBF prefere não dar a cara a tapas, por isso faz um serviço bem sujo nos bastidores para não se queimar. Luiz Paulo Pieruccetti Marques, torcedor flamenguista, espera que a decisão seja cumprida até o final. Situação parecida com a que foi vista com fanáticos da Portuguesa e do Fluminense.

Outro fator que favorece o Flamengo é que, no ano passado, torcedores do Corinthians entraram na Justiça Comum e ganharam o direito de ver os jogos do time na Libertadores, mesmo depois que um boliviano morreu na cidade de Oruro, atingido por um sinalizador que partiu dos visitantes.

O Flamengo estreia na Libetadores no dia 12 de fevereiro, diante do León, do México, às 22 horas, no México. O time está no Grupo 7, ao lado de Bolívar e Emelec.

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.