Deportivo Quito 1 x 0 Botafogo – Estreia longe do sonho do Fogão

30/01/2014

 

Campinas, SP, 30 (AFI) – De volta à Copa Libertadores da América após 18 anos, o Botafogo não fez a estreia que sonhava. Na noite desta quarta-feira, o Fogão foi até o Estádio Olímpico Atahualpa enfrentar o Deportivo Quito e os mais de 2.800 metros de altitude, e acabou saindo derrotado pelo placar de 1 a 0, na partida de ida da fasé prévia da competição continental, saindo assim atrás de uma vaga na fase de grupos.

A derrota fará com que o Botafogo realize uma partida impecável no embate de volta, que acontecerá no dia cinco de fevereiro, no Estádio do Maracanã. Para garantir a classificação, o Fogão precisará vencer por dois ou mais gols. Caso vença por 1 a 0, a partida será decidida nos pênaltis. Qualquer gol do Deportivo Quito, obrigará o clube carioca fazer três.

Já o Deportivo Quito faz valer o tabu que agora dura 21 partidas. O clube equatoriano não sabe o que é perder na estreia da competição há 16 anos.

Deportivo na frente…
Perder na estreia? Esse é um assunto que o Deportivo Quito conhece muito pouco e demonstrou isso logo nos primeiros minutos de jogo no duelo contra o Atlético-PR. Após cobrança de falta, Romero apareceu de surpresa e cabeceou com perigo. Jefferson fez linda defesa, salvando o Fogão, que respondeu em seguida. Ferreyra, livre de marcação, demorou para chutar e acabou desperdiçando boa oportunidade.

O Deportivo Quito continuou em cima e chgou mais uma vez com perigo aos 13 minutos. Feraud recebeu belo passe e arriscou o chute. Dória afastou o perigo. Aos 18, não teve jeito, a equipe equatoriana abriu o placar. Após bate e rebate na área, a bola sobrou para Estupñan, que encheu o pé para fazer o primeiro do time da casa.

O Botafogo sentiu o gol e deu espaços para o adversário que tentou aproveitar. Aos 27 minutos, Bravo fez boa jogada pela direita e chutou para fora. Pior na partida, o Fogão se retrancou e voltou ao embate, porém, foi para o intervalo atrás no placar.

Não deu, Fogão…
Diferente da primeira etapa, o Botafogo voltou melhor no segundo tempo. Aos 11 minutos, o Fogão por pouco não deixou tudo igual. Em cobrança de escanteio, Jorge Wagner bateu com efeito e quase pegou o goleiro Ramirez de surpresa, que se recuperou á tempo para fazer a defesa.

Aos 13 minutos, o Deportivo Quito chegou a ampliar, mas o árbitro marcou posição irregular de González. Após cobrança de falta, González aproveitou a falha na zaga adversária para fazer o segundo, porém, foi marcado impedimento.

No segundo tempo, o Deportivo Quito abriu mão de jogar e se preocupou apenas em se defender e levar a vantagem para o jogo de volta no Macaranã. O Botafogo até que tentou o empate, principalmente nas jogadas de bola parada de Jorge Wagner, mas parou na boa marcação defensiva do adversário.

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.