Charles rebate críticas e aponta futuro melhor

07/02/2014

 

Em entrevista coletiva após a vitória, o técnico Charles Guerreiro aproveitou os minutos para comentar diversos assuntos que o cercavam durante a semana. E como não poderia deixar de ser, as críticas lançadas por grande parte da crônica esportiva e da torcida, estavam no centro das respostas. Da mesma forma que Charles respondeu uma a uma as críticas, ele exaltou a qualidade do grupo, que jogou com prioridade absoluta à marcação.

“Eu falei para os jogadores que a qualidade é muito clara. Disse que precisávamos igualar a marcação do Cametá ou ultrapassar. E todo mundo marcou, o Potiguar, o Zé Soares, o Leandrão, todo mundo atrás da linha da bola para sairmos em seguida na velocidade”, explica ele, que não considera a vaga garantida. Para ele, o Remo precisa entrar com o mesmo ímpeto no domingo.

Sobre a pressão externa, Charles deu o recado. “Agora, eu acho que a imprensa tem pegado pesado comigo. Eu sei que a crítica vem e quando a gente erra, precisa aceitar. Teve alguém que chamou o treinador de ‘Banana’. Tem que respeitar, eu nunca fui para o outro lado, sempre fiz amizade. Eu estou fazendo meu trabalho. E tem uma coisa, o grupo está fechado comigo”, desabafou.

Nesta sexta-feira, na reapresentação do elenco, possivelmente Guerreiro deve acertar a entrada de seu mais novo auxiliar técnico. “O presidente conversou comigo e disse que o Agnaldo vai estar à disposição no sábado. Ele é um profissional que dispensa comentários, vamos fazer uma boa parceria juntos”, encerra.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.