Hora de pensar no returno e na Copa Verde

24/02/2014

 

Não bastasse a derrota e perda do primeiro turno do Parazão, o técnico Mazola Júnior ainda ganhou, de quebra, dois desfalques para o jogo de estreia no Parazão, contra o Gavião, em Marabá. Ele não poderá contar com o lateral-direito Yago Pikachu e o meia Djalma, ambos punidos no Re-Pa com o terceiro cartão amarelo. O zagueiro Lacerda, que fez sua estreia ontem, também não poderá entrar em campo, já que foi expulso na reta final da decisão da Taça Cidade de Belém. São problemas que o treinador pretende administrar somente após o jogo do dia 26, contra o Princesa do Solimões-AM, pela Copa Verde.

Para compensar a ausência, principalmente dos dois titulares, no caso Pikachu e Djalma, o comandante do Papão já terá a volta do lateral-esquerdo Airton, do zagueiro Pablo e do volante Augusto Recife, que cumpriram suspensão no Re-Pa. O treinador também deve voltar a aproveitar o volante Ricardo Capanema, que recuperou-se de uma lesão e já está treinando fisicamente. Outro que deve retornar ao time é o meia Héverton. O apoiador não pôde participar do clássico por sentir desconforto muscular.

Enquanto Mazola volta suas atenções para o jogo com o Princesa, a diretoria do Papão busca a contratação de pelo menos mais dois jogadores, embora Mazola tenha dito, ontem, que “o grupo carece de três peças”. Como o prazo de inscrição no Parazão se encerra no dia 26, a direção do Papão tenta, na base do esforço, fechar as aquisições o quanto antes. “O (Sérgio) Papelin está fazendo contatos, buscando esses jogadores. Infelizmente as negociações não são fáceis. Mas até o dia do encerramento das inscrições, com certeza, a gente fecha com os jogadores que precisamos”, prometeu o presidente Vandick Lima.

Papão ainda tenta mudar hora de jogo

Depois de deixar escapar o primeiro turno do Campeonato Paraense para o maior rival, ontem, no Mangueirão, o Papão volta suas atenções para o jogo de quarta-feira (26), contra o Princesa do Solimões-AM, pela segunda fase da Copa Verde. A partida está marcada para as 22 horas, no Mangueirão e, pelo que disse, ontem, o presidente bicolor, Vandick Lima, dificilmente terá seu horário alterado, como pretende a direção do Papão.

O cartola informou que nas conversas que teve com os representantes do canal de televisão, que tem os direitos de transmissão da competição, sentiu que as chances de antecipação no horário são praticamente nulas. “Eles lá me informaram que a televisão pretende transmitir dois jogos neste mesmo dia e que seria muito complicado mexer no horário da nossa partida”, contou Vandick. “Acho que não tem como fazer essa mudança e a gente vai mesmo ter de jogar neste horário tão complicado pra gente”, lamentou.

Se antes do Re-Pa a direção do Papão já se mostrava preocupada com a possível ausência de público na partida, em função do horário, com a derrota e a perda do turno do Parazão para o rival, aí foi que o temor da diretoria aumentou.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.