Remo prioriza jogo em Manaus

06/03/2014

 

A condição de finalista do Campeonato Paraense não impede o Remo de traçar uma meta mais ousada, de conquistar o segundo turno e assegurar o título estadual de forma antecipada. Mas, para concluir a missão, é preciso, além do esforço técnico, um grupo numeroso, que consiga segurar a responsabilidade de um calendário apertado, mas ainda instável, uma vez que o Leão ainda não tem calendário garantido no segundo semestre.

A partida contra o Cametá será importante para os planos de conquistar antecipadamente a vaga na Série D, mas também precisa dividir as atenções com a decisão deste domingo, diante do Nacional-AM, pela Copa Verde. “Com todo respeito ao Cametá, eu acho que o jogo contra o Nacional é mais difícil, por se tratar de um evento festivo, que põe em disputa uma vaga importante que poderá dar uma projeção internacional ao Remo. No entanto, acho que temos grupo para dar conta dos dois compromissos”, opina o volante Ilaílson.

A posição do atleta é semelhante a de outros companheiros, mas para quem trabalha pensando na frente, é de toda importância conseguir vitórias em todos os desafios. “O nosso grupo é bom e ainda ganhou o reforço do Raphael Andrade. Com a chegada dele, esperamos suprir a necessidade de todas as áreas. Agora é trabalhar para deixar todos os jogadores nas mesmas condições”, ressalta o técnico Charles Guerreiro.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.