Papão tem vantagem contra o Princesa

08/03/2014

 

O Paysandu entra em campo, hoje, como o grande favorito para assegurar participação nas semifinais da Copa Verde. O Papão enfrenta o Princesa do Solimões, às 16h (horário de Belém), no estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru (AM), distante 80 quilômetros da capital amazonense, Manaus, com a vantagem de poder perder por diferença de até quatro gols para prosseguir no torneio.

A vantagem se deve ao fato de a equipe alviazul ter goleado o adversário na partida de ida, em Belém, por 6 a 1. Só uma grande zebra tira o time paraense da sequência da competição, que assegura ao time campeão vaga na Copa Sul-Americana.

Apesar de toda a vantagem, os bicolores viajaram Manacapuru, no começo da tarde de ontem, afirmando terem esquecido o resultado do jogo no Mangueirão. Para eles, é como se o Paysandu estivesse iniciando sua participação no torneio. “O jogo passado já foi esquecido. Estamos começando do zero”, declarou Pikachu, após o único treino do grupo para a partida.

A equipe alviceleste teve pouco tempo para se preparar para o jogo decisivo, já que, na última quarta-feira (5), fez a sua estreia no returno do Campeonato Paraense, contra o Gavião Kyikatejê, em Marabá, só retornando a Belém no dia seguinte, com os jogadores só voltando ao trabalho ontem.

O técnico Mazola Júnior viajou para Manaus, onde o grupo ficou de pernoitar, seguindo somente hoje, às 9 horas, para Manacapuru, com algumas dúvidas na cabeça. Uma delas diz respeito à escalação ou não do volante Zé Antônio, pendurado com dois cartões amarelos. Caso o treinador opte por deixar o meio-campista de fora, Ricardo Capanema assumirá a função de segundo volante ao lado de Augusto Recife. Por outro lado, estão asseguradas as voltas de Yago Pikachu e Djalma, que cumpriram suspensão diante do Gavião.

O zagueiro Lacerda, na mesma situação, viajou como opção no banco de reservas.Outra indefinição demonstrada por Mazola é quanto ao posicionamento do lateral Yago Pikachu, que vem atuando como meia de ligação. Se mantiver o jogador na função de armador, é possível que o comandante alviazul lance mão de Márcio para ocupar a ala direita, com Billy deixando o setor de meio-campo. As dúvidas, como de costume, só devem ser tiradas por Mazola momentos antes de a bola começar a rolar na decisão.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.