Bolivar-BOL 1 X 0 Flamengo-RJ: Como de costume a altitude fez a diferença em La Paz

20/03/2014

 

La Paz, BOL, 19 (AFI) – o Flamengo não conseguiu passar por seu principal adversário nesta noite de quarta-feira, no estádio Hernan Silles, em La Paz-BOL, a altitude, e foi derrotado por 1 a 0 para o Bolivar. O goleiro Felipe foi quem menos sentiu os problemas das alturas e foi o melhor em campo no time brasileiro. Arce, de pênalti, marcou o gol dos donos da casa logo no início da partida.

Com o resultado o Mengão permaneceu com quatro pontos e caiu para a lanterna do Grupo 7 na abertura do returno da primeira fase da Libertadores. O Bolivar foi a cinco, passou o Flamengo, e assumiu a terceira posição da chave. O time boliviano seguia era o vice-líder do grupo, mas a vitória do León, do México, jogou o Bolivar para a penúltima posição.

O jogo
O Flamengo nem teve temo de sentir os efeitos da altitude. O Bolivar começou em cima e com dois minutos Samir escorregou dentro da área e precisou derrubar o atacante do time da casa. No lance Samir recebeu cartão amarelo e Arce bateu forte no meio do gol para fazer 1 a 0 Bolivar. Os bolivianos seguiram mandando no jogo e aos 15 minutos Ferreira foi lançado nas costas de Samir que não conseguiu acompanhar. Felipe precisou sair e dividir com o atacante, mas a sobra ainda ficou com Callejon, que demorou para chutar e a zaga conseguiu abafar.

Aproveitando os efeitos da altitude, os donos da casa começaram a arriscar de longe. Aos 22 minutos Yecerotte recebeu pela direita e da intermediária soltou o pé. A bola quicou na frente de Felipe que não conseguiu segurar na primeira, mas se recuperou e fez a defesa antes da chegada do atacante.

Depois disso o tempo foi passando e o Flamengo ficou acuado em seu campo, enquanto os donos da casa dominavam, mas pouco criavam. Ainda assim Ferreira e Callejon perderam ótimas chances de ampliar. Com isso o primeiro tempo terminou com vantagem mínima para o Bolívar.

Segundo tempo
Insatisfeito com a produção de sua equipe e em desvantagem no placar, o técnico Jayme de Almeida mexeu no intervalo. O meio campo Gabriel ficou no vestiário e o atacante Paulinho veio para o jogo, ficando a equipe carioca com três atacantes para buscar o empate. Mas quem continuou mandando no jogo foi o Bolivar que com Callejon, Arce e Ferreira desperdiçaram boas chances de ampliar e matar o jogo.

A resposta do Flamengo só veio aos 17 minutos quando Carlos Eduardo lançou Paulinho na esquerda e quase do bico da pequena área o chute saiu forte, mas em cima do goleiro que espalmou e evitou o empate. Aos 23 foi a vez do Bolivar perder gol feito. Arrascaita entrou driblando pela direita e bateu forte no canto alto esquerdo de Felipe, mas o goleiro fez milagre e evitou o segundo do jogo.

A exemplo do primeiro tempo o tempo foi passando e nem as alterações feitas pelo técnico do Flamengo surtiram algum efeito. Pelo contrário, a altitude foi cada vez mais cruel e Felipe evitou ainda por mais duas oportunidades o segundo do time da casa. Perigo mesmo o Flamengo só levou uma vez, aos 38 minutos, quando Everton bateu forte de dentro da área e Quiñónez fez milagre evitado o empate.

Próximos jogos
O Bolívar volta a campo no próximo dia 27, quinta-feira, às 00h15 do horário de Brasília, no estádio León, o Nou Camp do México, para enfrentar o León pela quinta rodada da primeira fase. O Flamengo joga no dia 02/04, no estádio George Capwell, em Guaiaquil, no Equador, contra o Emelec, que é o líder da chave

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.