Diretor do Paysandu brinca com tentativa da Ponte em contratar zagueiro

31/03/2014

 

Campinas, SP, 31 (AFI) – A Ponte Preta vem tentando se reforçar para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. A Macaca está prestes a anunciar o atacante Cafuzinho, do XV de Piracicaba, mas nos últimos dias tentou a contração do zagueiro Charles, um dos destaques do Paysandu no Campeonato Paraense e na Copa Verde. A atrativa, porém, foi alvo de brincadeira do diretor de futebol do Papão, Sérgio Papellin, que afirmou que de graça, ele aceita só injeção.

Isso porque, a Ponte Preta procurou o Paysandu com a ideia de adquirir o empréstimo do defensor, de 25 anos. A Macaca tentou também a liberação do atleta, que foi negada pelo clube paraense. A diretoria do Papão teria afirmado que Charles só sai se pagarem a multa rescisória, que deve girar em torno de R$ 600 mil.

O dirigente revelou também que os pontepretanos se assustaram com o valor da multa do jogador e desistiram do negócio. Sérgio Papellin garantiu que tentará manter o elenco até o final do Campeonato Brasileiro da Série C e foi enfático ao afirmar que “de graça, só injeção”.

Mesmo sem Charles, a Ponte Preta segue a procura de um reforço para a posição. A defesa é considerado um dos setores mais criticado. Atualmente a dupla titular é formada por Diego Sacoman e César. Além deles, a Macaca conta também com Leonardo Moura, Raphael Silva e Luan.

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.