Mazola Júnior quer resolver “problemas pontuais” no Paysandu

22/04/2014

 

Brasília, DF, 21 (AFI) – Além do Paysandu perder o título da Copa Verde para o Brasília, a derrota, por 2 a 1, na Arena Nacional “Mané Garrincha”, nesta segunda-feira, significou a primeira derrota do papão na competição, que vinha também 21 jogos invicto incluindo o Estadual, ainda na briga, e a Copa do Brasil, onde o time está classificado para a segunda fase. Mas o time, segundo o técnico Mazola Júnior, precisa se reforçar para disputar o Campeonato Brasileiro, que começa no próximo final de semana.

“Não adianta comentar muito sobre este jogo. Todos viram, porque atuamos mais de meio tempo com um jogador a menos (Charles saiu aos 39 minutos). Tivemos um gol legítimo anulado e mesmo assim levamos a decisão para os pênaltis. Não posso falar nada dos meus jogadores”, analisou o treinador.

Segundo ele, “o melhor time não levou a taça”. Referia-se à campanha do Papão, e que em sete jogos venceu seis jogos e empatou um, zero a zero com o rival Remo. Seu ataque foi o mais positivo, com 23 gols, tendo o artilheiro da competição: Lima, com sete gols.

REFORÇOS PONTUAIS

Mazola, porém, alerta para a necessidade da diretoria buscar reforços para a Série C, cuja estréia será contra o Águia, de Marabá (PA), sábado, às 16 horas, em Belém.

“Nós temos problemas pontuais e que precisaremos resolver para a Série C, uma competição que eu conheço bem e é bem mais difícil do que o Campeonato Paraense e do que a Copa Verde”, comentou. As reclamações maiores são com relação ao setor defensivo. Ele justifica:

“Sofremos gols em todos os jogos. Usamos todos os jogadores, formamos o time com vários esquemas diferentes, com quatro zagueiros, três zagueiros e não deu certo. Precisamos de peças e a diretoria já sabe disso”, completou.

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.