Com briga no fim e gol no último lance, Papão é campeão em cima do Leão

28/05/2014

Empate em 3 a 3 dá o título da Taça Estado do Pará

aos bicolores. Confronto fica marcado pela confusão

entre os jogadores das duas equipes no gramado do

Olímpico.

No último lance do jogo, quando o Remo vencia por 3 a 2 e nem mesmo a torcida do Paysandu acreditava em uma reviravolta, Zé Antônio igualou o placar e deu o título do segundo turno aos bicolores. Depois, o que se viu no gramado do Mangueirão era um verdadeiro cenário de guerra. Jogadores das duas equipes se agrediram e o brilho da conquista acabou com a Polícia Militar tentando conter os ânimos exaltados. Por outro lado, nas arquibancadas, a torcida do Papão fazia a festa e entoava o grito de “é campeão”.

Paysandu conquista o título no último minuto (Foto: Pedro Cruz/GloboEsporte.com)
Paysandu conquista o título no último minuto (Foto: Pedro Cruz/GloboEsporte.com)

 

Leandro Cearense foi quem abriu o placar. Ainda na etapa inicial, Raphael Andrade ampliou o marcador. O Paysandu marcou o primeiro com Lima, mas Rubran assinalou o terceiro. Augusto Recife diminuiu novamente e Zé Antônio fechou o placar em 3 a 3. Com o resultado, as duas equipes voltam a jogar para definir o dono da Taça Açaí, que será o Campeão Paraense da temporada 2014.

Paysandu ganha o título no último minuto

Mesmo com a vantagem do empate, o Paysandu guardou regulamento e partiu ao ataque nos minutos iniciais, diferente do que aconteceu na primeira partida, mas foi surpreendido com um contra-ataque que terminou em gol azulino. Leandro Cearense, oportunista, aproveitou o chute cruzado de Eduardo Ramos e abriu o marcador para Remo aos cinco do primeiro tempo.

Àquela altura a partida ganhava em emoção, pois o Paysandu ficou ainda mais ofensivo e o Leão tinha a velocidade de Rony e Thiago Potiguar para buscar o segundo. Marcos Paraná tinha a função de criação, mas não se apresentava bem, errava passes e alguns cruzamentos fáceis e era lento na articulação no meio-campo.

O Remo diminuiu o ritmo e fez o natural: apostou no erro do adversário. Poderia até ser uma postura perigosa, mas deu certo. O segundo gol veio aos 21 minutos com Raphael Andrade, de cabeça. Já o Papão sentiu e teve apenas uma chance clara para diminuir, mas Jô desperdiçou.

Na volto para a etapa complementar, Roberto Fernandes recuou de vez o time do Remo ao tirar Thiago Potiguar e colocar mais um zagueiro. Ficou ataque contra defesa, mas o Leão tinha Rony como elemento surpresa. Dadá, que aparecia bem na marcação, inclusive arriscando alguns arremates, acabou pecando num lance de bola parada. Em um desvio para o adversário, Lima aproveitou para diminuir o marcador: 2 a 1.

A consolidação parecia certa aos 25. Rubran aproveitou o escanteio e colocou para o fundo das redes. A torcida do Remo já entoava o coro de “É campeão” quando Augusto Recife diminuiu e Zé Antônio empatou aos 49. A confusão tomou conta do jogo, mas o título ficou com o Paysandu. Fabiano, Rubran e Val Barreto, pelo Remo, Airton, Paulo Rafael e Vanderson, pelo outro lado, foram expulsos.

Paysandu x Remo (Foto: Ricardo Lima/Futura Press)Lima e Raphael Andrade deixaram suas marcas (Foto: Ricardo Lima/Futura Press)
Fonte: globoesporte.com/pa

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.