Remo cumprirá jogos da Série D em Bragança

15/07/2014

 

Um mal entendido na interpretação dos documentos da CBF com relação a redução da pena imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em mais dois jogos foi motivo de euforia entre os torcedores azulinos.

Mas, logo após o anúncio do vice-presidente do Remo, Marco Antônio Pina “Magnata”, a Federação Paraense de Futebol fez questão de esclarecer a história.

Ao receber a documentação, representantes do clube não teriam visualizado o processo com atenção, não percebendo que o Remo foi punido em duas ocasiões distintas em 2012. O primeiro processo, julgado no dia 3 de outubro, determinou a perda de quatro mandos de campo, devido incidente contra o Mixto-MT, no dia 9 de setembro, no Mangueirão. O jurídico azulino, entretanto, conseguiu diminuir a pena para dois jogos.

reprodução / FPF

O segundo processo sofrido pelo Remo, veio logo em seguida, com a condenação que definiu pena de mais dois jogos fora de casa, por causa de um tumulto promovido por torcedores no jogo contra o Náutico-RR, no dia 12 de agosto, no Baenão, na vitória de 4 a 0 sobre o adversário.

reprodução / FPF

O Clube do Remo, com as duas penas somadas, teria que cumprir um total de seis jogos distante pelo menos 100 quilômetros de seu estádio. Contudo, a punição caiu para quatro jogos, a contar com a diminuição do recurso sobre o “Caso Mixto”, e não dois, como havia interpretado a direção do clube.

O Remo cumprirá os quatro primeiros jogos da Série D no estádio São Benedito, em Bragança.

O DOL tentou entrar em contato com o vice-presidente do Remo, mas até o fechamento desta matéria não teve sucesso.

(DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.