Mazola mexe o menos possível no time

30/08/2014

 

O técnico Mazola Júnior procurou mexer o menos possível no time do Paysandu que enfrenta o Salgueiro-PE. A única novidade confirmada pelo treinador é o retorno do volante Zé Antônio. Havia a especulação de que o treinador pudesse utilizar uma trinca de volantes, formada por Augusto Recife, Ricardo Capanema e o próprio Zé Antônio. Mas, no apronto da última quinta-feira, Mazola descartou a possibilidade.

O treinador revelou o motivo que o levou a preservar na equipe o máximo dos jogadores que enfrentaram o ASA. “Não seria prudente e nem é conveniente mexer tanto no grupo, até em função de a nossa apresentação diante do ASA ter sido muito boa”, argumentou.

“Quem não pôde jogar, caso do Zé Antônio, volta ao time, mas eu ainda tenho uma dúvida pelo Djalma e o Raul e do Rafael Tavares”, disse. Mazola justificou o motivo da dúvida. “Com o Djalma temos uma marcação mais forte no meio-campo e com os outros dois ganhamos na criação, mas perdemos um pouco dessa marcação e da também da velocidade”, disse.

O comandante do Papão disse acreditar que a reabertura da Curuzu, em condições bem melhores, deverá beneficiar o Papão. “O Paysandu foi muito prejudicado por causa dessa situação do campo, que não era bom, e, depois, pela punição que sofreu na justiça. Isso atrapalhou muito a equipe. A gente espera que isso seja encerrado a partir desse jogo de sábado”, declarou.

(Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.