Jurídico estuda permitir apenas o acesso de sócios

05/09/2014

 

Os últimos dois jogos do Paysandu em casa pela Série C, contra o Cuiabá-MT e o Treze-PB, poderão ter acesso restrito de ‘torcedores comuns’ à Curuzu. Foi o que revelou o advogado Alberto Maia, chefe do departamento jurídico do Papão. A intenção da diretoria é permitir apenas a entrada daqueles que estão cadastrados no programa Sócio Bicolor.

A medida seria tomada para evitar que novos incidentes venham a ocorrer no estádio, como o que foi registrado no último sábado (30), diante do Salgueiro-PE, quando um adolescente, de 16 anos atiou uma garrafa de pet vazia para o gramado. O incidente poderá provocar a perda do mando de campo de até oito jogos para os bicolores em competição oficial, caso o clube seja novamente denunciado.

O torcedor causador do incidente apreendido por policiais que trabalhavam na segurança da partida e, em seguida, levado à Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data), para os devidos procedimentos. O menor usava camisa da Torcida Bicolor (ex-Terror Bicolor), facção que tem se envolvido com frequência em casos desse tipo. A declaração do adolescente, que teve o acompanhamento dos pais na Data, foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Segundo Alberto Maia, a entrada exclusiva para os associados poderia prevenir o clube. “Além dessa restrição só há outra saída: vender metade dos ingressos e contratar um segurança para fiscalizar cada torcedor dentro do estádio”, ironizou o advogado bicolor.

(Diário do Pará)

 

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.