Sem incentivo do governo, jovem é tricampeão

09/09/2014

 

Sem incentivo do Governo do Pará, o boxeador Felipe Sanches, de 18 anos, luta por uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. “Quando ele disputou o campeonato Brasileiro de 2012 eu vendi minha televisão e mais algumas coisas para poder comprar a passagem de ida, o governo informou um dia antes que não iria ajudar. Graças a Deus, lá tudo aconteceu”, contou Alexandre Sanches, pai e treinador do atleta.

Após se tornar campeão brasileiro pela primeira vez, em 2012,  Felipe foi convidado para participar do “Projeto Olímpico Marinha do Brasil-Odebrecht”, que forma cidadãos e prepara atletas de altos rendimentos. “Eu faço parte há dois anos do projeto, atualmente moro no quartel da marinha no Rio de Janeiro. Treino dois períodos e à noite eu estudo”, explicou Felipe. O lutador conquistou mais dois brasileiros em 2013 e 2014.

Mas o sonho do paraense é mesmo disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016. O atleta está focado nesse objetivo e acredita no seu potencial em conquistar uma vaga na seletiva da competição.

“Quem sabe em 2016 uma vaga não é minha. Apesar de ter lutadores muito experientes disputando uma vaga na seleção comigo, as pessoas dizem que sou capaz de ajudar o Brasil nessa disputa. E pelos meus treinos, acredito que isso é possível”, analisou.

Felipe viaja em outubro para a Itália, onde fará preparação de 15 dias para o Campeonato Paulista de Boxe. Em 2015, o lutador disputará os Jogos Mundiais Militares.

“No fim deste ano estarão selecionando os atletas que farão parte da Seleção Brasileira de Boxe e ano que vem vai ter eliminatórias para as olimpíadas. Eu treino para conquistar essas duas coisas”, finalizou Felipe.

(Bruna Dias/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.