Árbitro relata briga de torcidas em súmula

15/09/2014

 

A confusão generalizada que ocorreu nas arquibancadas do estádio Diogão, em Bragança (PA), nordeste do Estado, pode render mais uma punição ao Clube do Remo.

O árbitro da partida, o potiguar Suelson Diorgenes de França Medeiros, relatou na súmula do jogo todo o tumulto que parou a partida por quase dez minutos. No documento oficial, consta que a polícia utilizou gás de pimenta para conter os vândalos, além do registro de outras críticas a estrutura do Diogão, como banheiros sem portas e outros problemas de acomodação.

O Remo, através do vice presidente, Marco Antônio Pina, afirmou que o clube tomou as providências cabíveis para evitar uma nova punição no STJD. Alguns dos envolvidos foram identificados e levados à delegacia de Bragança. Um boletim de ocorrência foi registrado.

Segundo informações que surgiram dias antes da partida, membros de uma torcida organizada do Paysandu e um grupo de torcedores do River premeditaram a confusão no local do jogo. Fotos com camisas da facção e ingressos do jogo circularam nas redes sociais anunciando o que seria feito em Bragança como forma de prejudicar o Remo.

Confira o relato da súmula da partida publicado no site oficial da CBF:

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.