Mogi Mirim chama atenção dentro e fora de campo

28/10/2014

 

O Mogi Mirim-SP, adversário do Paysandu na fase semifinal do Campeonato Brasileiro da Série C tem um ex-jogador de seleção brasileira na presidência do clube e uma equipe formada pelo técnico Claudinho Batista, que assumiu a equipe após a saída de Márcio Goiano.

A equipe paulista ficou na segunda posição do grupo B, atrás somente do Tupi-MG, que caiu para o Papão da Curuzu, nas quartas de final da Terceirona.

O Sapo da Mogiana realizou 20 partidas, com 10 vitórias, cinco empates e cinco derrotas, com 23 gols marcados e 22 gols sofridos e manda seus jogos no estádio Romildo Ferreira, o Romildão.

Das quatro equipes que passaram à semifinal, o Mogi possui a melhor campanha da competição, com 35 pontos ganhos, somando as duas fases da competição e ficando a frente de CRB, Paysandu e Macaé.

O time base da equipe paulista que subiu para a Série B é Mauro; Valdir, Fábio Sanches, Wagner Silva e Leonardo; Magal, Maycon, Danrlei e Vitinho; Nando e Everton Heleno.

O destaque do time esta na presidência do clube: Rivaldo, campeão do mundo pela seleção brasileira, em 2002 é presidente do clube e não descarta a possibilidade de jogar contra o Papão, na partida de volta, no dia 9 de novembro.

(Diego Beckman/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.