Romário chora em aprovação de Estatuto da Pessoa com Deficiência no Senado

11/06/2015

 

O Senado aprovou o Estatuto da Pessoa com Deficiência nesta quarta-feira. O projeto consolida e amplia os direitos dos deficientes, como o pagamento de auxílio-inclusão para os que trabalham, reserva de vagas em universidades e no mercado de trabalho. Relator da proposta no Senado de lei e defensor da causa, o senador Romário (PSB-RJ), que tem uma filha com síndrome de Down, chegou a chorar ao discursar na sessão.

– Nós vamos ter a oportunidade de definitivamente ajudar a melhoria da qualidade de vida de mais ou menos 50 milhões de pessoas, fora seus familiares – disse o ex-jogador.

O projeto foi aprovado em março pela Câmara e no Senado passou por unanimidade. Agora ele segue para sanção presidencial, quando se tornará lei.

O ‘Estatuto da Pessoa com Deficiência – Lei Brasileira de Inclusão’ define o que é considerado deficiência e estabelece direitos em áreas como educação, mercado de trabalho, saúde, mobilidade, moradia e cultura.

Fonte: http://www.radioclubedopara.com.br/noticia.php?nIdNoticia=63739&nTipo=1

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.