Vai ter surpresa dessa vez?

28/10/2015

 

Nas últimas partidas da Série D, por necessidade ou por estratégia, Cacaio tem apresentado uma surpresa ou fato novo em cada um dos últimos jogos. Diante do Palmas, em Belém, a novidade foi o sistema com três atacantes. No primeiro jogo contra o Operário-PR, o esquema 3-5-2, que não havia sido testado em nenhum jogo antes, funcionou à perfeição. Na partida de volta, Whelton, que nem viajou para Ponta Grossa, começou como titular e marcou o primeiro gol. No jogo de ida contra o Botafogo-SP, apesar do revés, Felipe Macena foi aprovado na ala direita. E para o jogo de volta? Vai ter mais surpresa?

 

O trabalho coletivo envolvendo reservas e atletas não relacionados foi treinado novamente o sistema 4-4-2. Será um sinal de mudança? “Cada jogo é um jogo. Nosso time se encontrou jogando com três zagueiros, vem dando certo, mas o Cacaio é quem sabe como vai escalar o time. Temos alguns jogadores voltando e temos uma semana de treino. Vamos ver o que ele vai fazer nesse jogo”, comentou o zagueiro Ciro Sena, uma das surpresas que o técnico trouxe para o time nas últimas rodadas.

 

O zagueiro destaca que o forte do Botafogo-SP é a bola aérea e que o lance que definiu a partida veio em uma fatalidade. “Durante quase os noventa minutos nós neutralizamos essa jogada do time deles, em um lance que nós relaxamos o Nunes desviou e a bola sobrou pro atacante. Mas agora é outro jogo, outra história. Agora nós jogamos em casa, a pressão será toda a nosso favor e o nosso histórico mostra que dá pra reverter bem essa desvantagem”, comentou Ciro.

 

(Taion Almeida / Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.