Paysandu x Inter: melhor momento possível

25/05/2017

Para o volante Augusto Recife, um dos jogadores mais experientes do elenco bicolor, não poderia haver momento mais adequado para o Paysandu enfrentar o Internacional. Na opinião do meio-campista, que já atuou pelo Colorado, sendo, inclusive, campeão gaúcho, o adversário, que caiu no ano passado da Série A pela primeira vez em sua história, ainda não assimilou o que é a Segundona.

“Acho que esse é o momento certo pra gente enfrentar o Internacional, que parece que ainda não entendeu bem o que é a Série B”, disse. Recife lembrou as dificuldades enfrentadas pelo Inter, que disputa a Série B, pressionado pelos torcedores, que ainda não conseguiram “engolir” a queda do time. “É complicado para um clube que cai pela primeira vez”, lembrou. Na avaliação do volante, o Papão começou bem o campeonato.

“Foram duas boas partidas. Vencemos o Oeste e jogar em Curitiba, contra o Paraná, é sempre muito difícil. Por isso o empate lá foi, a meu ver, de bom tamanho”, avaliou. Sobre a possibilidade de derrotar o Inter, ele comentou: “Aqui a gente tem de vencer. Lógico que não vamos vencer todos os jogos. Temos de ser realistas de que do outro lado tem um adversário, que também almeja a vitória, mas cabe a nós fazer sempre um bom jogo e trabalhar para vencer”, finalizou.
Partida é a mais aguardada da Série B pela Fiel

Os ingressos para a partida de sábado (27), entre Paysandu e Internacional-RS, pela 3ª rodada da Série B, começaram a ser vendidos nas lojas do Papão, e as vendas prosseguem hoje a amanhã, já com outros postos disponibilizados ao público. A partida é a mais aguardada pela torcida neste início do campeonato, levando em conta o fato de o Inter ter sido um dos rebaixados da Série A, no ano passado. Na última vez em que enfrentou o Colorado, em Belém, pelo Brasileirão de 2002, o Papão arrastou pouco mais de 40 mil torcedores ao Mangueirão. O Inter, que precisava vencer para evitar a queda, venceu por 2 a 0. Após a partida surgiram boatos, nunca confirmados, de que o Papão havia entregado o resultado.

Ayrton não acredita em Inter desgastado

O lateral-direito Ayrton não acredita que o fato de o Internacional-RS ser obrigado a fazer um longo deslocamento de Porto Alegre, no extremo sul do país, a Belém vá fazer alguma diferença a favor do Papão, sábado (27), no Mangueirão. “A equipe que está sempre viajando tem um desgaste a mais. Mas, dependendo da logística, você consegue reverter isso, descansando no hotel e fazer um trabalho legal”, observou.

O defensor destacou a relevância da partida para ambos os lados. “É de suma importância pra eles, mas pra nós mais ainda. Vamos jogar diante do nosso torcedor e temos de dar a vida não só neste, mas em todos os jogos”, comentou, acrescentando, em seguida: “Precisamos entrar no G4”. Ayrton também evitou apontar o jogo com o Colorado como o mais importante para o Paysandu neste início de Série B.

“Pra nós o jogo mais importante é sempre o dos próximos três pontos. Cada jogo é uma decisão. Faltam 36 jogos e são 36 decisões”, alegou. “É jogo grande e que se resume a detalhes. Temos de estar focado os 90 minutos. Temos condições de sairmos com a vitória”, prosseguiu o lateral, que foi titular no jogo contra o Paraná e deve se manter na posição no sábado, devido a suspensão de Hayner.

(Nildo Lima/Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.