Papão encara o Guarani neta terça-feira em Campinas

13/06/2017

Após duas derrotas, Bicolor encara o Brugre de Campinas e quer três pontos
Foto: Jorge Luís/Paysandu
Por: o Liberal13 de Junho de 2017 às 06:56

Em busca da reabilitação, o Paysandu enfrenta hoje o vice-líder da Série B, o Guarani, pela sétima rodada da competição. A partida será longe de casa, mas em um estádio bem conhecido pelo técnico Marcelo Chamusca, o Brinco de Ouro, localizado em Campinas (SP), às 19h15. O Paysandu sofreu duas derrotas seguidas, uma delas em casa na última sexta, e se quiser retornar ao G4, precisa voltar a pontuar na competição. O Paysandu está na 5ª colocação, com 10 pontos. O momento é bem diferente para o adversário que retornou à Série B neste ano. Com 12 pontos, na vice-liderança, o Guarani defende o aproveitamento de 100% em casa na competição. Nos três jogos como mandante até aqui, bateu o Brasil de Pelotas (2 a 0), Figueirense (2 a 0) e Boa Esporte (2 a 1). A equipe chega embalada após fazer 1 a 0 no Paraná, em Curitiba, e vencer a primeira partida fora de casa. O elenco do Paysandu acredita ser possível quebrar essa hegemonia do Bugre no Brinco de Ouro e voltar a Belém com os três pontos na bagagem.

O técnico Marcelo Chamusca acredita que alguns ingredientes podem ser determinantes para a equipe Alviceleste conseguir a vitória. “O fato de conhecer a torcida, o campo, alguns jogadores remanescentes e toda a atmosfera e entorno, ajuda. São alguns ingredientes que podem fazer a diferença. Vou procurar trabalhar com intensidade e obsessão pelos três pontos porque eu sei da necessidade da reabilitação. Precisamos da vitória, apesar de ser um jogo difícil contra um adversário tão forte que vive um bom momento”, afirmou o técnico do Paysandu, que comandou o Bugre na campanha do vice-campeonato da Série C do ano passado (que garantiu a subida do Guarani à Série B).

Para o jogo contra o Guarani, Marcelo Chamusca deve novamente mudar a escalação. O lateral-direito da partida deve ser Hayner, pois Ayrton vem de uma sequência puxada de jogos. O atacante Marcão está de volta ao elenco, e deve ser opção para o segundo tempo. Daniel Amorim é cotado para completar o ataque ao lado de Leandro Carvalho. Para o lugar de Augusto Recife, lesionado, a opção é Ricardo Capanema e o técnico também pode colocar mais um volante, Renato Augusto.

São as possibilidades que Chamusca pode ter para a partida, buscando assim garantir eficiência na conclusão das jogadas e fazer gol. Algo testado durante a atividade ontem à tarde no CT Jardim Eulina, da Ponte Preta, com treino tático e técnico em campo reduzido e bolas paradas. “Vamos corrigir o que faltou nos jogos passados, buscar a eficiência em alguns aspectos para fazer um jogo melhor e voltar a vencer na competição. Temos que fazer o trabalho para poder vencer. Precisamos nos recriar e reinventar no jogo contra o Guarani”, garantiu Chamusca.

REENCONTRO

O jogo contra o Guarani marca ainda o reencontro do goleiro Emerson com o a torcida bugrina. O arqueiro tem 140 partidas defendidas pelo Paysandu, sendo o time que ele mais atuou na carreira. Mas antes de jogar no Papão, Emerson também passou pelo Guarani e conta que conhece bem o local da partida de hoje à noite, onde inclusive já marcou gol e tem uma camisa como parte do memorial bugrino. “Desde a minha saída do Guarani, se não me engano, é a primeira vez que estarei retornando lá. É um lugar onde fui muito feliz, muito bem recebido, e graças a Deus pude fazer um grande trabalho. Eu só tenho que agradecer ao Guarani, que me ajudou muito, mas sei que agora estou defendendo as cores do Paysandu, e o que eu tiver que fazer para nossa equipe ser vencedora, vou estar fazendo”, afirmou.

O camisa 1 garante que o Paysandu quer voltar para Belém com os três pontos para seguir mais tranquilo na competição. “Diante do Guarani o objetivo é pontuar. Não podemos ficar três jogos sem pontuar. Agora é entrar focado e ser determinante, não deixando ser surpreendido. Porque o Guarani é forte.”

www.orm.com/esporte

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.